Em agosto de 1954, com um tiro no peito, o presidente Getúlio Vargas saiu da vida para entrar na história. Este ano, o suicídio do ex-estadista completa seis décadas. Por isso, no próximo dia 21, quinta-feira, o “Sala de Notícias”, do Canal Futura, vai exibir o documentário inédito “Getúlios”. O filme, dirigido por Pablo de Moura e fruto do pitching interno da equipe de jornalismo do Futura, será apresentado às 14h35 e reprisado no mesmo dia às 21h. O programa também estará disponível no site www.futura.org.br/saladenoticias.

A história oficial do ex-presidente populista já foi contada em reportagens, documentários, filmes, teses e livros. No entanto, a proposta deste curta-metragem é abordar o tema de forma diferente. A narrativa é contada a partir de cinco personagens homônimos de Vargas: um militar de São Pedro D’Aldeia; o ex-goleiro do Flamengo e seu pai; um morador da cidade Getúlio Vargas, no Rio Grande do Sul; e um enfermeiro do Rio de Janeiro. Cada um deles conta o porquê de se chamarem Getúlio Vargas e como é “carregar” esse nome. O documentário é composto por imagens e áudios de arquivo, além de fotografias que ajudam a contextualizar o período conhecido como “Era Vargas”.