Um dos maiores nomes da música brasileira, Gal Costa solta a voz no programa Altas Horas deste sábado, dia 14. Comemorando 50 anos de carreira, a cantora anima a noite com composições de grandes amigos, como Jorge Ben Jor, Arnaldo Antunes e Mallu Magalhães. Fã de Gal Costa, o ator Reynaldo Gianecchini se declara para a cantora: “Que mulher é essa? Que energia!”. Do outro lado da arena, a música também tem o sotaque nordestino, com a parceria entre Xand Avião, do grupo Aviões do Forró, e Dorgival Dantas, uma mistura para o público ‘forrozear’. O apresentador Serginho Groisman completa o time de convidados com a presença da escritora Thalita Rebouças e do ator Emílio Dantas.

No início da noite, a conversa é sobre medos curiosos. Intérprete de Pedro, em ‘Além do Tempo’, Emílio Dantas confessa não conseguir lidar com bonecas de porcelana: “Elas te encaram de uma forma que você nunca conseguirá devolver”, brinca o carioca.

Relembrando a trajetória pelo telão do ‘Altas Horas’, Reynaldo Gianecchini assiste a trechos de ‘Esperança’, de 2003, até ‘Verdades Secretas’, em que esteve no papel de Anthony. “Sempre quis ser ator, mas só aos 20 e poucos anos voltei a dar atenção a essa vontade”, conta, após uma pergunta da plateia. Emílio Dantas também lembra que o envolvimento com a arte vem desde criança, mas na adolescência o foco era a música, só depois se concentrou na atuação. Especialista em literatura para adolescentes, a escritora Thalita Rebouças, autora de ‘Fala sério, irmão!’, explica que começou a se interessar por leitura com o avô, que a ensinou a ler antes de entrar na pré-escola.