"Ser amada por seu homem e desejada por todos. Seja bem sucedida: conheça o prazer solitário! A mulher é o sexo dominante! E o homem é um parasita que se apegou a nós como aqueles peixinhos que ficam sob as barbatanas dos tubarões. Adooooro a ideia de cuidar do maridão! Decifra-me ou devoro-te. Ah, muito complicado! Ó, eu quero um homem que me banque. Eu quero um que me entenda e me explique. Os homens são mesmo uns bobos. Por que exigem de nós todos os papéis, menos o de mulher? Por que não descobrem, depois de tanto tempo, que somos simplesmente seres humanos carregados de eletricidade feminina? …Inventar a mulher… Talvez essa seja a única forma de conhecê-la por baixo da superfície dos seus gestos e palavras. E essa invenção sempre começa com uma história de amor. L’amour est un oiseau rebelle que nul ne peut aprivoiser*. Você está salvo! Nós somos o sonho dos que agora dormem! Lívia, o que você quer? Você é patético. Cresça. Como um homem-polvo o amor é uma monstruosidade! É claro que o homem-polvo acaba por tropeçar nas suas pernas multiplicadas… O que importa quantos amores você tem se nenhum deles te dá o universo?"

* O amor é um pássaro rebelde que nada pode domar.

A partir da ideia original do diretor Luiz Fernando Carvalho, o seriado Afinal o que querem as mulheres? foi escrito por João Paulo Cuenca, com coautoria de Cecília Giannetti e Michel Melamed, e texto final do próprio diretor. Com seis episódios e exibição semanal, o seriado estreia no dia 11 de novembro, na Rede Globo.

A trama do seriado conta a aventura de um jovem escritor e psicólogo, André Newmann (Michel Melamed), obcecado por responder a pergunta formulada, e nunca elucidada, por Sigmund Freud, o criador da psicanálise: "Afinal, o que querem as mulheres?".

Para concluir a pesquisa para sua tese de doutorado, ele se arrisca em perigosos territórios, como salões de beleza, clubes e sex shops, colhendo depoimentos das mais diversas mulheres. Sua dedicação ao estudo é tanta, que acaba por afastá-lo de sua mulher, a artista plástica Lívia (Paola Oliveira).

Em dezembro, o público também poderá assistir ao documentário sobre o processo de criação do diretor Luiz Fernando Carvalho para Afinal o que querem as mulheres?, no canal por assinatura GNT.