Para levar ao público uma mensagem de esperança, que reforça a importância da união das famílias e da crença nos sonhos, a TV Globo exibe na noite desta sexta (25)  uma história emocionante: “Gilda, Lúcia e o Bode”. O especial traz a continuação da trama protagonizada por Fernanda Montenegro e Fernanda Torres na série ‘Amor e Sorte’, exibida na TV Globo em setembro.

- Publicidade -

Escrito por Jorge Furtado, com Fernanda Torres e Antônio Prata, a trama que envolve mãe e filha na vida real e na ficção ganha um novo enredo. O elenco inclui Joaquim Waddington, filho de Andrucha e Fernanda Torres, que ganha mais destaque desta vez como o jovem Dimas, e nomes de peso como Arlete Salles e Fabiula Nascimento. E, claro, o bode, que, na história, se chama Everi.

Após um período de convivência forçada em função do isolamento social, Gilda (Fernanda Montenegro) e Lúcia (Fernanda Torres) encaram uma nova realidade. Lúcia é demitida do seu emprego e vê como única alternativa o aluguel da casa da Serra para garantir o sustento das duas nos meses seguintes. Ambas precisam voltar a viver juntas na casa de Gilda no Rio de Janeiro. Uma das condições para fechar o contrato com a locatária é que elas deem um jeito de levar o bode que Gilda havia ganhado em uma rifa. É véspera da virada do ano e elas, agora na cidade, precisam lidar com o animal e com um grande ‘bode na sala’ em função das dificuldades financeiras e da insistência de Gilda em viver cada segundo sem pensar no amanhã.

“Gilda, Lúcia e o Bode” estreia dia 25 de dezembro, às 22h30 após ‘A Força do Querer’ na TV Globo.

- Publicidade -