"No Rastro do Crime", a nova série do +Globosat é uma coprodução com o AfroReggae, acompanha a unidade de operações especiais da Polícia Civil do Rio na captura de criminoso.

Regina Múrmura, de 70 anos, foi morta ao entrar por engano na comunidade do Caramujo, em Niterói, região metropolitana do Rio, guiada por um aplicativo de celular. Esse e outros crimes vêm levando a polícia a conduzir operações na favela desde o ano passado. O foco das ações policiais é a captura do traficante Tineném, chefe do tráfico de drogas na localidade.

“No Rastro do Crime” mostra a rotina da Core tendo como ponto de partida todo o planejamento estratégico na captura de Rodrigo da Silva Rodrigues, o Tineném. As câmeras mostram o anúncio da operação especial, que é de apoio à Delegacia de Homicídios de Niterói e às delegaciais distritais da região – 76ª (Niterói) e 77ª (Icaraí) DPs. Essas unidades têm informações sobre o paradeiro do assassino de Regina Múrmura, e também de Tineném, o “0-1” do contrabando local.

“No Rastro do Crime” estreia dia 10 de março, às 21h no +Globosat.