A operadora espanhola de comunicações por satélite, Hispasat, definiu um novo sistema de nomenclatura para sua frota de satélites. Esta mudança corresponde ao crescimento pelo qual o grupo passou no número de satélites e de posições orbitais nos últimos anos, buscando a máxima coerência.

Por isso, a fim de estabelecer uma metodologia lógica que permita automatizar os nomes dos satélites no futuro e dar-lhes conteúdo informativo sobre sua posição e antiguidade, foi adotado o seguinte sistema: todos os satélites vão tomar como base o nome Hispasat, ao qual será adicionado a posição orbital na qual cada um se encontra e sua ordem de chegada à mesma. Por isso, quando um satélite mudar de localização, vai mudar também de nome para se ajustar à nova posição orbital em que se encontre.

Para estabelecer as novas denominações dos satélites da Hispasat, foram levados em consideração os satélites que já completaram seu ciclo de vida útil e foram retirados de órbita, de modo que os números da ordem vão guardar a correlação histórica dos satélites da empresa.

Satélites Amazonas

Vão ficar excluídos desse esquema os satélites localizados a 61º Oeste, que vão manter o nome de Amazonas, plenamente consolidado no mercado e bem conhecido por todos os atores do setor. Entretanto, este momento serviu para reduzir o nome do Amazonas 4A para Amazonas 4, devido à reconversão do projeto Amazonas 4B em Amazonas 5.

Por último, quando a capacidade da Hispasat estiver em um satélite de outra operadora, como é o caso do Intelsat 34, e com autorização do mesmo, ele será renomeado com base neste novo critério, indicando ainda, entre parênteses, o nome original do titular do satélite.

Deste modo, a frota de satélites ativos da Hispasat vai ficar denominada do seguinte modo:

O satélite Hispasat 1C passa a se chamar Hispasat 84W-1.
O satélite Hispasat 1D passa a se chamar Hispasat 30W-4.
O satélite Hispasat 1E passa a se chamar Hispasat 30W-5.
O satélite Amazonas 4A passa a se chamar Amazonas 4.
O satélite Intelsat 34 passa a se chamar Hispasat 55W-2 (Intelsat 34)

As mudanças também ocorrerão nos satélite ainda não lançados:

O satélite Hispasat AG1 passa a se chamar Hispasat 36W-1.
O satélite Hispasat 1F passa a se chamar Hispasat 30W-6.

Originalmente, os satélites da posição 30º Oeste operados pela empresa eram denominados Hispasat, seguidos pelo número 1 e uma letra; com a aquisição de direitos na posição orbital 61º Oeste, os satélites que se alocaram nela formaram a frota Amazonas. Atualmente, o Grupo HISPASAT pode prestar serviços, com direitos próprios ou devido a acordo com outras operadoras, em outras quatro posições orbitais (36º, 55,5º, 74º e 84º Oeste).