A concepção do Titanic já previa que ele era destinado a entrar para a história. Superando todas as embarcações da época em tamanho, luxo e opulência, o navio transatlântico operado pela White Line foi construído em Belfast, Irlanda do Norte. Uma novidade para a primeira-classe do começo do século 20, as instalações também comportavam piscina, ginásio, quadra de squash, banhos turcos, banhos elétricos e suntuosos restaurantes, como Cahé Verandah e o Café Parisien, com o melhor da gastronomia francesa.

- Publicidade -


Imagem do especial "Titanic: Depois do Naufrágio" no History Channel
Divulgação/History

Contudo, em 14 de abril de 1912, o maior navio de passageiros do mundo até então se tornaria célebre, em sua viagem inaugural, pelo choque com um iceberg que resultou em naufrágio, causando a morte de 1.523 passageiros em pleno Oceano Atlãntico, entre eles célebres personagens.

Mais de cem anos depois, para relembrar este trágico e impressionante acidente, o History Channel apresenta, no dia 19 de abril, às 16h45, "Titanic: Depois do Naufrágio", especial de duas hora que vai atrás de material de arquivo e descendentes das famílias das vítimas do Titanic para saber como e em qual circunstância ficaram sabendo sobre o acidente, numa época em que as notícias demoravam dias a chegar.

"Titanic: Depois do Naufrágio" dia 19 de abril, às 16h45 no History Channel .

- Publicidade -