A cantora e apresentadora Inezita Barroso, que morreu ontem aos 90 anos de idade, é homenageada no SescTV com o episódio Mulheres Violeiras, da série Coleções, com o tema Viola no Brasil. O programa vai ao ar amanhã (10), às 09h00 e será reprisado na quarta (11), às 21h30.

- Publicidade -

Ignez Magdalena Aranha de Lima, famosa como Inezita Barroso, expõe que o amor pela música a acompanha desde sua infância. De família abastada, Inezita se interessou pela música caipira ao visitar as fazendas dos tios para passar férias com os primos. “Lá apareceu a viola como uma estrela, uma coisa milagrosa, e eu fiquei louca pela viola”, recorda. “Às cinco horas da tarde eu catava dois, três primos que também gostavam de música, todos da mesma idade, 10, 11 anos, e a gente ia para a roda de violeiros”, completa.

Violeiros estes que, após trabalharem na roça, se arrumavam para a cantoria, exemplo que Inezita levou para toda a sua vida. “Você fica com essas manias. Se eu estiver em casa de pijama, eu nunca vou tocar viola ou violão. É um respeito pelo instrumento”, comenta.

- Publicidade -