Em janeiro, o Viva traz de volta "No Limite", primeiro reality show da televisão brasileira. Realizada pela Globo em 2000, a cada semana, o apresentador Zeca Camargo anunciava novos desafios e surpresas na gincana de sobrevivência que parou o país. Com direção-geral de Boninho, o programa é inspirado no norte-americano "Survivor", da CBS, um dos precursores do gênero, que virou tendência mundial.

Há 15 anos, ao longo de 23 dias, a Praia dos Anjos em Fortaleza foi cenário do confinamento de 12 pessoas, com idades entre 20 e 54 anos, que toparam testar suas resistências físicas e psicológicas. A cabeleireira Elaine, a atriz Pipa, o bailarino e ex-menino de rua Vanderson, a dona de casa Ilma, o líder comunitário Amendoim, a estudante de ensino médio Hilca, o motociclista Thiago, o advogado recém-formado Marcus, a advogada Andrea, a estudante de serviços sociais Juliana, o bancário Jeferson e o aposentado Chico venceram obstáculos, conviveram em condições hostis e enfrentaram seus limites na competição.

Na primeira fase do programa, os integrantes foram distribuídos em duas equipes: Kuaray e Jaxi, que significam Sol e Lua em guarani. Os grupos eram incumbidos de realizar tarefas em que todos os concorrentes precisavam participar. O time que perdesse era obrigado a optar por um dos colegas para deixar a atração e essa votação era feita secretamente no "Portal dos Quatro Elementos". A cada conquista, os vitoriosos recebiam objetos representando água, ar, fogo e terra para preencher a mandala. Além disso, essas superações eram recompensadas com cartas que traziam notícias dos parentes, produtos de higiene e alimentos. Em determinada etapa da atração, as provas começaram a ser individuais.

"No Limite" estreia dia 28 de janeiro, às 23h no canal Viva.