"Agora é a hora do Juliano (Cauã Reymond). O momento dele na história. Da decepção com o pai e da perda de seu grande amor nascem a sua luta por justiça. Juliano passa a ter dois grandes inimigos: Zé Maria (Tony Ramos) e Romero Rômulo (Alexandre Nero). Sobre o Dante (Marco Pigossi), futuramente ele e Juliano deixarão as desavenças de lado." A declaração é do próprio autor de ‘A Regra do Jogo’, João Emanuel Carneiro, quem adianta o que a trama reserva para o ex-lutador de artes marciais.

A vida não está nada fácil para Juliano. Após a morte de Djanira (Cássia Kis), ele vê o seu mundo desmoronar. Romero Rômulo, de fato, impede o seu casamento com Tóia (Vanessa Giácomo). E mais do que isso, consegue envenená-la contra Juliano. Ela passa a acreditar que o ex-noivo é mesmo um bandido, assim como seu pai, Zé Maria.

Mas esse é só o começo do seu pesadelo. Juliano nem imagina que a vida vai lhe pregar uma peça. Seguindo um rastro de desconfiança, Juliano começa a descobrir que, por trás daquele pai amoroso e injustiçado, há um bandido frio e perigoso. Juliano vê com os próprios olhos Zé Maria atuando pela facção e depois ouve do pai que, sim, ele mentiu sobre o seu passado. Revoltado, Juliano promete para si mesmo que viverá para colocar Zé Maria atrás das grades.

O Cauã é um dos atores com quem mais tenho prazer em trabalhar. Por outro lado, ter o Tony no set é um presente. Quando li as cenas de embates entre os dois personagens, Juliano e Zé Maria, fiquei extasiada. O João Emanuel é genial porque é um autor que não guarda história. E a revelação da verdadeira identidade do Zé Maria vai transformar Juliano em um novo homem”, conta Amora Mautner, diretora de núcleo de ‘A Regra do Jogo’.

As cenas que desencadeiam toda a descoberta de Juliano em relação ao pai começam a ser exibidas a partir da próxima segunda-feira, dia 2 de novembro.