Na tarde do próximo sábado, dia 31 de julho, às 13h, o programa esportivo da Record apresenta uma entrevista exclusiva com o técnico que, na semana passada, recusou o convite para ser treinador da seleção brasileira. Muricy Ramalho, que decidiu permanecer no comando do Fluminense, conta os detalhes do episódio que surpreendeu o futebol brasileiro e os motivos que o afastaram do cargo mais cobiçado pelos técnicos do país.

"Eu fiquei muito triste, e, na verdade, eu estou muito triste ainda. Quem é que não quer ser lembrado? Ser lembrado já é uma grande coisa, imagina ter convite? imagina o que eu passei então", revelou o treinador que realizou a façanha de conquistar três Campeonatos Brasileiros seguidos no comandando do São Paulo Futebol Clube.

Sobre a decisão de não aceitar ser o técnico da Seleção Brasileira, Muricy disse “ter sido o preço mais alto da carreira".

"Fiquei quase a noite toda sem dormir. Amanheceu o dia, e eu fiquei sem dormir", disse.