A Netflix estreia o polêmico filme Azul é a Cor Mais Quente. A produção francesa vem ganhando grande visibilidade na mídia, não só por sua temática (homossexualidade feminina), mas também por ter sido rejeitado por duplicadores nacionais de Blu-ray, o que inviabilizou seu lançamento no formato, para o mercado brasileiro.

No filme, Adèle (Adèle Exarchopoulos) é uma garota de 15 anos que descobre, na cor azul dos cabelos de Emma (Léa Seydoux), sua primeira paixão por outra mulher. Sem poder revelar a ninguém seus desejos, ela se entrega por completo a este amor secreto, enquanto trava uma guerra com sua família e com a moral vigente.

Azul é a Cor Mais Quente está disponível a partir do dia 1º de agosto na Netflix.