Enfim chegou novembro. Adoramos o mês, afinal são 3 feriados (em alguns estados) pelo menos. E já começamos com feriadão para deixar o mês com uma energia melhor. Certeza de boas novidades vindo por aí.

Vem aí

E já começamos com o anúncio de chegada de um novo canal em breve. O diretor do grupo Vice anunciou que deseja investir na América Latina e expandir o sinal de seu canal para os países da região. Inicialmente o canal seria lançado apenas nos Estados Unidos, em parceira com o A+E, e Europa, mas o projeto foi revisado e novos mercados foram incluídos. O Vice pode ser visto através de um programa semanal de documentários na HBO. O Canadá, por enquanto, é o único país que conta com um canal 24 horas com programação do Vice.

Alguém explica?

Alguém poderia me explicar qual a lógica adotada pela Record para escolher uma reprise de reprise como substituta do sucesso "Os Dez Mandamentos"? A emissora adiou indefinidamente a estreia de "A Escrava Mãe" e no lugar vai exibir pela TERCEIRA vez, em menos de 3 anos, a minissérie "O Rei Davi".

Ok

Tudo bem, a emissora quer aproveitar para fixar o horário das 20h30 para produções bíblicas, mas isto precisa ser feito com planejamento e, principalmente, com produtos inéditos. Exibir reprise da reprise é jogar fora o trabalho e a audiência conquistada até aqui com "Os Dez Mandamentos".

Não é só bíblica

Os Dez Mandamentos conquistou uma crescente audiência, mas a emissora precisa levar em consideração que parte do público não acompanha a produção simplesmente por ela ser bíblica. O modo de contar a história, a "leveza" de alguns temas também contam. No fim, a impressão que a emissora deixa é que apesar de todo a conquista, tudo continua na base do improviso.

Pagando para ver

Os fãs de futebol poderão acompanhar a Copa del Rey, da Espanha, através do Youtube. Brasil e Argentina serão os dois únicos países da América Latina com acesso às partidas. Mas não é de graça, o serviço 5,5 dólares por partida ou 22 dólares por todos os jogos, exceto a grande final.

Juntinho

Que a NET HDTV e a Claro HDTV são praticamente a mesma empresa não é novidade para ninguém. As duas pertencem ao mesmo grupo e vão ficar cada vez mais "juntinhas". No dia 23 de novembro, segundo consta na capa do site da Claro HDTV, um novo passo será dado para a "unificação". A operadora vai adotar no satélite a mesma numeração dos canais que já existem no cabo.

Conte mais

Ok, isto você já sabe, já leu até mesmo aqui no VCFAZ.TV. Novos canais devem estrear em breve, são esperados para o final de novembro novos canais HD e SD. Pensando nisto, preparamos uma lista para mostrar que canais já estão em uma das operadoras, mas não estão na outra.

Abertos?

Para esta lista não vamos contar os canais abertos/religiosos, pois cada tecnologia segue uma regra específica e os canais obrigatórios no cabo não são exatamente os mesmo do satélite, e vice-versa.

Já tem na Claro HDTV…

Os assinantes da Claro HDTV já contam com o sinal dos canais Terra Viva, I.Sat, CNN en Español, H2 (em SD), ESPN+ (em SD) e truTV. Mas até o momento, as principais praças da NET ainda não possuem os canais.

Já tem na NET HDTV…

Já a listinha de canais disponíveis na NET HDTV e que ainda não estão na Claro HDTV é um pouco maior. Ainda falta incluir os canais Discovery Science, Discovery Civilization, MTV HD, Vh1 HD, Vh1 Megahits, Bloomberg, BBC World News, TV Coreia, Venus, BBC Earth, HBO Family HD, Max HD, Maxprime HD, ESPN Brasil HD, Viva HD, Telecine Cult HD e Cartoon Network HD.

Deveriam voltar…

Mas os assinantes não querem apenas os canais que uma tem e a outra não. A gente também espera que alguns canais que já foram disponibilizados possam retornar como Eurochannel, Film&Arts e os canais Esporte Interativo. Também seria uma graça se canais como AMC, Sundance Channel, Food Network, Lifetime HD, A&E HD, Nickelodeon HD, entre outros pudessem ser disponibilizados.

On Demand

Claro, ainda tem os serviços de sob demanda como WatchESPN e NOW Online que poderiam ser disponibilizados. Mas isto fica para uma próxima coluna.

On Demand 2

Por falar em sob demanda, o Brasil é o país da América Latina com o maior número de serviços sendo oferecidos, segundo dados divulgados pela Dataxis – Mercado de TV Everywhere. O estudo revelou ainda que na América Latina estão disponíveis 53 plataformas (12 são as disponíveis no Brasil) e que 75% dos assinantes de TV por assinatura no Brasil possuem algum acesso a pelo menos uma destas plataformas. Na segunda posição está a Argentina com 10 plataformas.

***

Bom, é isto. Bom feriadão e a gente se fala em breve!