A operadora de multisserviços Oi ampliou hoje seu portfólio de ofertas de internet banda larga, passando a oferecer o serviço em novas velocidades, de 20, 25 e 35 Mega, para clientes residenciais e empresariais.

As ofertas serão disponibilizadas em 6 municípios no estado do Mato Grosso e em 503 municípios em todo o país (exceto o estado de São Paulo). Em três destes municípios de Mato Grosso e em 353 municípios em todo o Brasil, a Oi é a única operadora a disponibilizar ofertas de internet banda larga em alta velocidade, o que demonstra a robustez e capilaridade da rede da companhia e reforça seu compromisso de contribuir para o processo de democratização das telecomunicações no país.

As novas velocidades serão fornecidas pela tecnologia VDSL (very high bit-rate digital subscriber). Nos combos da Oi, as ofertas serão disponibilizadas a partir de R$ 79,90 por mês para as velocidades de 20 e 25 Mega, conforme a disponibilidade na localidade e a partir de R$ 89,90 por mês para a velocidade de 35 Mega. Os planos contam com modem WiFi cedido sem custo adicional.

Com as novas ofertas, a Oi amplia as opções de serviços de internet para os clientes e atende a perfis de clientes com maior demanda de velocidade, garantindo uma melhor qualidade inclusive no uso simultâneo por dispositivos como tablets, laptops e smartphones.

As novas velocidades somam-se a outro projeto que a Oi realiza para ampliar a capacidade do serviço de banda larga da operadora, por meio de uma nova arquitetura de rede chamada single edge. O projeto vai aumentar a eficiência dos serviços prestados pela Oi a seus clientes e proporcionar economia na operação de infraestrutura da empresa. Com a nova arquitetura de rede, os clientes da banda larga fixa e móvel da Oi vão realizar downloads de forma mais rápida, assistir a canais de vídeos em alta definição com maior qualidade e realizar chamadas de vídeo e voz.

A inovação, que evitará também congestionamento e lentidão na rede, permite oferecer serviços de redes de acesso, tais como móvel, banda larga, IPTV e B2B, a partir de uma mesma plataforma. A implantação começou por cidades definidas como prioritárias, mas o projeto em sua totalidade prevê o atendimento em 167 municípios até 2016, beneficiando cerca de 6 milhões de assinantes banda larga residenciais.

No Mato Grosso as cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Campo Verde, Santa Carmen e Sinop passam a contar com as novas opções de velocidades.