Após 6 meses, o SBT retomou a vice-liderança na Grande São Paulo e fechou o mês de abril com 4,9 pontos na média 24 horas. Fato que não acontecia desde setembro do ano passado.

Na mesma faixa horária e período de comparação, a emissora terceira colocada marcou 4,7 pontos de média. A emissora líder registrou 13,8 pontos de média, a quarta colocada marcou 2,1 e a quinta colocada encerrou o mês com 0,5 de média.

A emissora de Silvio Santos foi a que apresentou a menor queda em relação ao mês de março, ainda com sinal analógico e sem o corte de sinal nas maiores operadoras do país.

Em março, a emissora concorrente fechou em segundo lugar com 6,0 pontos na média das 24 horas. Perdeu 22% de audiência e caiu para terceiro lugar em abril na Grande São Paulo. A quinta colocada caiu 17%. Marcou 0,6 de média em março.

O SBT perdeu apenas 9%. Registrou 5,4 pontos de média no mês de março.

A quarta e a primeira colocada – que não tiveram corte de sinal – cresceram na média das 24 horas. A emissora líder aumentou seu índice em 4% e a quarta colocada 5%.

Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, sem desligamento e sem retirada do sinal no cabo, o SBT também superou a concorrente na média das 24 horas e encerrou o período na vice-liderança.

Ao longo do período, a emissora de Silvio Santos marcou 5,6 pontos de média.

A emissora líder marcou 15,5 pontos de média e a concorrente fechou em terceiro com 5,4 pontos de média. A emissora quarta colocada registrou 1 ponto e a quinta colocada ficou com apenas 0,5 de média.