sesctv Frans Krajcberg, o polonês que adotou o Brasil e se transformou em um dos mais importantes nomes da arte ligada à natureza, virou tema do documentário O Grito Krajcberg, que será exibido pelo SescTV (disponível em todo o Brasil pelos sistemas Net, Sky e OiTV) no Dia Mundial do Meio Ambiente, 5 de junho, às 20h. Pela primeira vez o escultor, pintor e artista plástico tem um filme em longa metragem sobre sua história e obras.

- Publicidade -

Com narração da cantora Maria Bethânia, o documentário faz parte da programação especial do SescTV em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente. Durante todo o mês, haverá uma série de programas sobre o tema. Até o dia 13 de junho, por exemplo, filmes em curta-metragem e documentários estarão por toda a programação.

Frans Krajcberg, 92 anos, tem sua trajetória marcada pelo fascínio em relação à natureza brasileira. Depois de perder a família na Segunda Guerra Mundial, o artista chegou ao Brasil e iniciou um processo de contestação e denúncia contra a destruição das florestas e os territórios indígenas.

Com duração de 70 minutos, o filme apresenta o Sítio Natura, em Nova Viçosa (BA), sul da Bahia, onde Krajcberg fixou residência em 1972. É lá que ele realiza a sua obra voltada para a preservação da Amazônia. No sítio, uma área de 1,2 km², um resquício de Mata Atlântica e de manguezal, além de produzir suas obras de arte, o artista plantou mais de dez mil mudas de espécies nativas.

A jornalista e diretora Renata Rocha coletou depoimentos de atores como Christiane Torloni e Victor Fazano, defensores da floresta amazônica. O filme tem trilha sonora assinada por Camilo Fróes e Jarbas Bittencourt e foi criada a partir dos elementos captados durante as gravações. No longa, é possível conferir barulhos do barco navegando, o canto dos pássaros e as ondas do mar.

- Publicidade -