Todo o processo realizado para a substituição do antigo satélite usado pela SKY no Brasil levou cerca de 3 anos para ser totalmente executado. Na madrugada da última quarta-feira, dia 16, a migração dos canais e serviços para o satélite Intelsat 11 (novo satélite) foi concluída com sucesso.

O novo satélite possibilitará maior investimento em programação e serviços pela operadora. O Intelsat 11 tem capacidade de 18 transponderes em banda KU que podem transmitir até 250 canais em formato digital para todo o território nacional.

O satélite Intelsat 11 foi lançado com sucesso no dia 5 de outubro e nos meses seguintes passou por testes e procedimentos padrão antes de ser ativado. Durante a migração ocorrida nesta semana não houve o registro de problemas ou impactos consideráveis para o assinante.

O novo satélite chega com performance substancialmente superior, com expectativa de disponibilidade final ao cliente de 99,8%, ou seja, desempenho muito superior que qualquer operação de TV à cabo.

Segundo Luiz Eduardo Baptista da Rocha, presidente da operadora, "a SKY já é reconhecida como pioneira no lançamento de uma série de serviços inovadores de TV no Brasil, como transmissão de multicâmera, DVR, o nosso SKY+ e recursos interativos que possibilitam ao cliente comprar produtos e serviços pelo controle remoto além de obter mais informações sobre a programação. Agora, com este movimento, mostrou que está indo além, reduzindo dramaticamente o impacto de chuvas eventuais e pavimentando o futuro da televisão no Brasil, ao oferecer serviços de entretenimento, informação e educação nos conceitos da convergência tecnológica".

Com o lançamento deste satélite é previsto para ainda este ano o lançamento de um novo decoder compatível com transmissões em alta definição (HDTV). Além disto, recursos adicionais e serviços deverão ser lançados este ano.

Em maio de 2007, a Redação 2JOVEM teve acesso a documentos da DIRECTV Group/SKY Brasil que adiantavam algumas das novidades para 2008. Entre elas, estava prevista a estréia de um novo Guia Avançado de Programação (APG) para o terceiro trimestre deste ano.