O Animal Planet estreia a segunda temporada de "Planeta Mutante", série que percorre o mundo e viaja a diferentes períodos geológicos para explicar a existência seres exóticos, bizarros, que dividem o planeta conosco e que representam a infinita capacidade de adaptação das espécies. Os novos episódios reúnem registros impressionantes da natureza selvagem em localidades como Bornéu, Congo e Índia.

Com a ajuda de reconstituições computadorizadas, a série mostra como as selvas se formaram em imagens que avançam milhões de anos em apenas alguns segundos. Trilhas evolutivas, formação dos continentes e as mudanças climáticas que moldaram a vida nesses rincões são recriadas. Animais já extintos ganham forma e movimento, enquanto o passado de forças geológicas violentas, quando o planeta em fúria despejava magma incandescente sobre o que seria a biosfera, é representado.

No episódio de estreia, as câmeras de "Planeta Mutante"desvendam a exuberância das montanhas Albertine, na África. Erguida pela intensa atividade tectônica, esta maravilha geológica abriga formas de vida intrigantes, verdadeiros mutantes. Mistérios evolutivos deram origem a peixes que “caminham” sobre o lodo de pântanos tóxicos, com a ajuda de filamentos que remontam ao momento em que a vida ainda não tinha conquistado o ambiente terrestre, mas já demonstrava, literalmente, os primeiros passos em direção à independência do meio aquático.

Os novos episódios de "Planeta Mutante" estreiam dia 02 de julho, às 22h no Animal Planet.