O canal de TV por assinatura Telecine Cult leva para os assinantes uma novidade que vai agradar aos fãs de documentários: a Cult.Doc. Sempre às segundas-feiras, nas faixas das 22 e 0h, o especial vai exibir dois documentários em sequência, mostrando o que há de melhor no cenário de filme-realidade no mundo.

Começa no dia 2 com críticas aos EUA. O primeiro é S.O.S. Saúde (às 22h). Escrito, produzido e dirigido por Michael Moore, o filme, indicado ao Oscar, é um painel do sistema de saúde americano. Na sequência, na madrugada para o dia 3, Os Estados Unidos contra John Lennon (à 0h15), que foca no período de 1966 a 1976, considerado essencial na formação artística e política do ex-Beatle, assassinado em 1980.

Dia 9 a temática será o cinema com Além de Hollywood: O Melhor do Cinema Australiano (às 22h) e Quarto 666 (às 23h50). O primeiro, dirigido por Mark Hartley, traz depoimentos de nomes como Quentin Tarantino e Dennis Hopper, sobre os filmes B australianos dos anos 70. Sexo, horror e road movies comentados por grandes nomes do cinema mundial. Já Quarto 666 mostra o cineasta Wim Wenders e sua ideia de levar vários diretores de nacionalidades diferentes para um quarto e debater sobre a pergunta: qual o futuro do cinema? Isso aconteceu no Festival de Cannes de 1982.

O elogiado Quando Éramos Reis (às 22h) e Murderball – Paixão e Glória (às 23h40) são as produções reservadas para o dia 16, que terá como foco os esportes. O primeiro, que ganhou o Oscar de documentário em 1997, mostra o Zaire em 1974, quando se tornou palco para a maior luta de boxe da história: Muhammad Ali e George Foreman. E Murderball – Paixão e Glória, indicado ao Oscar de documentário, é o emocionante retrato da força e competitividade de jogadores de rugby paraplégicos.

Dia 23 é a vez de a música formar o especial. Buena Vista Social Club (às 22h) e Janis (às 23h55) são as produções da noite. Dirigido por Wim Wenders e indicado ao Oscar de documentário, Buena Vista Social Club mostra o retorno do guitarrista Ry Cooder a Cuba, depois de ter gravado um CD com músicos que estavam esquecidos. Cooder volta na companhia do cineasta Wenders, que filma toda a riqueza musical dos artistas veteranos e momentos antológicos. Na sequência tem Janis, produção de 1974 sobre a carreira de uma das maiores vozes da história do rock. O filme exibe detalhes da vida de Joplin, desde o início de tudo, no estado do Texas, passando por Woodstock.

O mês fecha com temática política com Viva Zapatero! (às 22h) e Caminho para Guantanamo (às 23h30), selecionados para o dia 30. Viva Zapatero!, documentário italiano de 2005, fala sobre a ditadura aos meios de comunicação. E Caminho para Guantanamo conta a história de três amigos que em visita ao Afeganistão acabam presos pelo exército americano. Levados para o cárcere em Guantanamo ficam lá por dois anos, sem qualquer acusação formal.