Thaís Pacholek assinou contrato com SBT, nesta quarta-feira, 24, para participar da próxima novela da emissora, Amor e Revolução, de Tiago Santiago, com direção de Reynaldo Boury, e estreia prevista para março de 2011.

A atriz viverá a antogonista da trama, que fará de tudo para atrapalhar o romance do casal protagonista. “O Tiago (Santiago) me disse que ela vai perturbar a vida dos personagens José e Maria em Amor e Revolução”, adianta Pacholek, que fará sua segunda vilã no SBT – a primeira foi em Revelação, de Íris Abravanel.

Segundo a atriz, criar a personalidade de uma personagem vilã é mais interessante do que a de uma mocinha. “No perfil das vilãs dá para trabalhar muitas nuances diferentes, porque com as mocinhas eu sinto muita identificação. Já com as vilãs dá para buscar coisas externas e profundas”, explica ela, que ficou afastada da TV por um ano e aproveitou o período para fazer teatro.

Com os cabelos naturalmente loiros, ela diz que gosta de mudar o visual para trabalhar as personagens, mas ainda não tem nada definido pelo departamento de caracterização. “As mudanças no visual são sempre muito bem-vindas para perceber que deixamos um trabalho e estamos em outro. Vamos começar a traçar o perfil dos personagens na primeira semana de janeiro”.