No dia 29 de novembro, segunda-feira, a partir das 21h, o The History Channel apresenta o especial inédito O Sexo no Mundo Antigo, que discute, sem censura, os cultos sexuais e o tratamento dado ao erotismo nas civilizações antigas. Com depoimentos de historiadores e auxílio da mais avançada tecnologia 3D, o programa ilustra as tumbas e templos faraônicos dos lendários reinos de Egito e Pompeia, decifrando de seus papiros, hieróglifos e objetos cobiçados pela arqueologia aspectos sobre a vida e os hábitos sexuais dessas civilizações.

Egito, às 21h: Ainda hoje, algumas imagens com conotações sexuais do Egito Antigo permanecem censuradas por autoridades e até mesmo em museus famosos. Sempre acreditamos na originalidade do Kama Sutra teria sido o primeiro “manual do sexo”, mas novas descobertas revelam que o “Papiro de Turim”, escrito 2000 anos antes, é que merece este crédito. Com várias imagens de atividades sexuais, focadas provavelmente em Ramsés II e suas muitas esposas, o manual é uma intrigante representação visual do sexo no Egito antigo. Viajando ao Museu Egípcio em Turim, o programa tenta desvendar esta incrível arte em papiro.

Pompeia, às 22h: O programa recria as ruas de Pompeia para ilustrar histórias. Como a de uma mulher rica, cujos restos mortais podem ser vistos abraçados ao tronco retorcido de um gladiador romano. O canal imagina como foi este romance secular e o utiliza como base para discutir o comportamento sexual de uma civilização. Uma época em que os homens tinham total liberdade para o sexo, com as mulheres vistas como meros objetos de prazer ou somente com a função de casar e procriar.