Com o objetivo de trazer ainda mais ação e emoção em sua programação, o A&E estreia a série dramática The Glades para o Brasil e toda a América Latina no dia 28 de novembro, domingo, às 21h.

A trama de The Glades gira em torno do atraente e brilhante detetive Jim Longworth (Matt Passmore). Após deixar a divisão de homicídio da polícia de Chicago, devido à falsa acusação de manter um caso com a mulher de seu chefe, ele se muda para a pacata, porém paradisíaca Palm Glade, na Flórida. Lá, a ocorrência de crimes é quase nula, sendo o lugar ideal para Longworth repensar sua vida e fazer uma das coisas que mais gosta: jogar golfe.

Mas ao entrar para o departamento de polícia da Flórida, Longworth descobre que o paraíso está longe de ser perfeito. Imediatamente, começa a investigar uma série de assassinatos brutais e misteriosos – o primeiro deles envolve uma mulher decapitada –, voltando a desempenhar seu melhor papel: o de detetive de homicídios.

É um orgulho imenso oferecer uma nova série como The Glades, com tantas qualidades em matéria de roteiro, direção e elenco para o público latinoamericano”, afirma Eduardo Ruiz, vice-presidente executivo e gerente geral da A&E Ole Networks. “Temos certeza de que esta série gravará seu nome na história entre as melhores produções do gênero policial na TV por assinatura”, completa.

No episódio piloto, em Palm Glade, na Flórida, um casal de adolescentes que passou a noite num carro estacionado perto de um rio, acorda na manhã seguinte e encontra o corpo de uma mulher sem cabeça submersa, numa área conhecida como Fisheating Creek. O detetive Jim Longworth é informado por seu parceiro Mike Ogletree sobre o caso, enquanto joga uma partida de golfe com Carlos Sanchez, seu amigo e médico forense. Ogletree acredita que a morte pode ter ligação com uma mensagem pintada com spray, que se encontra por todas as partes da cidade: “Moradores do sul de Okeechobee são subhumanos”. Depois de obter informações com seu parceiro, que interrogou o casal que encontrou o corpo, Longworth passa a acreditar que a mulher foi morta em outro lugar e deixada no rio para que um jacaré desse conta de destruir as evidências. Enquanto investiga a cena do crime, o detetive é mordido por um jacaré e vai para o hospital, onde é atendido por Callie (Kiele), uma bela enfermeira, que não tem outro interesse a não ser tratar seu ferimento.