A operadora de TV por assinatura TV Alphaville informou através de comunicado emitido no início da tarde desta sexta-feira, dia 12 de março, que ingressará com uma ação na Justiça contra a operadora SKY por concorrência desleal.

Entenda motivos

Na última segunda-feira, dia 8 de março, um incêndio atingiu o prédio da operadora e danificou os equipamentos do Head-End (central responsável pelo processamento e distribuição do sinal da TV a Cabo), fazendo com que os sinais da operadora ficassem indisponíveis temporariamente.

No dia seguinte ao incêndio, em 9 de março, vendedores da SKY abordaram os assinantes da TV Alphaville, conforme relatos telefônicos, depoimentos e denúncias, afirmando que a operadora, que cobre 97% dos domicílios de Alphaville, Tamboré, Aldeia da Serra e região, não voltaria a transmitir seu sinal em menos de 30 ou 40 dias.

Conforme garantia da operadora TV Alphaville, amplamente divulgado à imprensa, o setor atingido pelo incidente voltou a funcionar normalmente na noite do mesmo dia 9 de março. Ao contrário do que os funcionários da concorrente disseram, a TV Alphaville voltou a funcionar 22 horas após o incidente.

Sobre o incêndio

Na segunda-feira, 8 de março, por volta das 22h, ocorreu um incêncio na TV Alphaville, operadora de TV a cabo que presta serviços para Alphaville, Tamboré, Aldeia da Serra e região. Não houve vítimas. O Corpo de Bombeiros, a Polícia Municipal e a Polícia Militar prontamente atenderam o chamado de emergência. Os danos nos equipamentos, provocados pelo incêndio, comprometeram a transmissão dos sinais de televisão e internet. Logo depois que o incêndio foi controlado, a equipe técnica da TV Alphaville rapidamente iniciou os trabalhos de reconstrução.