Você está lendo um tópico
Novo Tópico Responder Mensagem 

Papo Aberto   
Rodoanel de SP teve sobrepreço de R$ 55 milhões, aponta TCU
As mensagens são de responsabilidade de seus autores.
Este tópico possui Mensagens 6 respostas e Visualizações 592 visitas.


Ademir em 31/5/18, 17:31       
anos | Abr 2008 | Mensagens: 4521 | Paranavaí - PR
  
 

Rodoanel de SP teve sobrepreço de R$ 55 milhões, aponta TCU



31/05/2018

Uma fiscalização feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) na construção do Trecho Norte do Rodoanel, em São Paulo, aponta indícios de superfaturamento de R$ 55,6 milhões nos pagamentos feitos pela Dersa, estatal de obras viárias do governo paulista, para a empreiteira OAS. Mais de dois anos atrasada, a última alça do anel viário metropolitano passou a ser investigada pela força-tarefa da Operação Lava Jato.

Esta é a primeira vez que um órgão de fiscalização aponta "graves indícios de irregularidades" envolvendo as obras do Rodoanel Norte, que começaram em 2013, no governo Geraldo Alckmin (PSDB), e são consideradas vitrine de campanha do ex-governador na eleição presidencial deste ano. O Trecho Sul, entregue em 2010, já é alvo da Lava Jato após delações feitas por executivos da Andrade Gutierrez, OAS e Odebrecht.

Concluída em agosto do ano passado, a auditoria do TCU constatou seis irregularidades apenas no lote 2 da obra, da OAS, que foi o objeto da fiscalização - a construção foi dividida em seis lotes. Segundo os auditores, R$ 33 milhões teriam sido superfaturados com a inclusão de novos serviços e preços de terraplenagem e perfuração de rochas (matacões) em um aditivo contratual assinado pela Dersa em 2015. A OAS, que também executa o lote 3, foi quem recebeu o maior acréscimo deste serviço (385%).

Os indícios levantados pelos auditores corroboram uma denúncia feita em 2016 por um ex-funcionário de uma empresa terceirizada e que resultou na abertura de um inquérito pela Polícia Federal e de uma investigação do Ministério Público Federal, que levou o caso para a força-tarefa da Lava Jato.

Órgãos federais, incluindo o TCU, fiscalizam o Rodoanel porque ele recebe recursos da União - R$ 2 bilhões dos R$ 6,4 bilhões previstos no custo total - por meio de convênio com o Ministério dos Transportes.

Reequilíbrio

O TCU também apontou pagamentos indevidos de R$ 23,1 milhões referentes a um aditivo de reequilíbrio econômico financeiro assinado em 2016 a pedido da OAS, por causa dos atrasos nas liberações das frentes de obra pela Dersa. Para o órgão, esse reequilíbrio de atraso deveria se limitar a R$ 6,2 milhões no lote 2.

Ao todo, estatal reajustou os contratos dos seis lotes em R$ 235 milhões por causa da demora nas autorizações para que as empreiteiras avançassem no canteiro. O maior entrave, segundo a Dersa, foram os processos de desapropriações travados na Justiça e que já custaram R$ 2,5 bilhões.

Ainda de acordo com o TCU, a estatal também pagou R$ 480 mil a mais em uma ponte que foi feita pelo método convencional (cimbramento), mas foi paga pela Dersa como se tivesse sido feita por método mais sofisticado (balanços sucessivos).

O relatório aponta ainda uma subcontratação irregular para escavação de um túnel no valor de R$ 54 milhões e uma "ocultação de impacto financeiro de acréscimos de serviços" no valor de R$ 218,5 milhões. Isso ocorre quando a empresa contratante reduz a quantidade de alguns serviços para compensar o aumento de outros, desfigurando o projeto da obra.

Embora a auditoria tenha sido feita apenas no lote 2 da OAS, o relatório afirma que as irregularidades podem se repetir nos demais lotes da obra.

Segundo a assessoria do Tribunal, o processo ainda está em tramitação no gabinete do ministro-relator, Aroldo Cedraz, que pode levar o processo para apreciação do plenário da Corte de contas ou determinar novas ações de campo. Caso o contrato seja julgado irregular, os agentes públicos podem ser multados e as empresas, obrigadas a ressarcir o Estado.
Inauguração

Previsto para ser parcialmente inaugurado em julho, o Rodoanel sofreu um novo atraso e só deve ser concluído pela Dersa em 2019. Com 47,6 quilômetros de extensão, a obra é o último trecho do anel viário metropolitano que começou a ser construído em 1998, no governo do tucano Mário Covas (morto em 2001), e interliga dez rodovias que chegam à Grande São Paulo.

As obras tiveram início em fevereiro de 2013 e deveriam ter sido concluídas em fevereiro de 2016. Naquele ano, o governo Geraldo Alckmin (PSDB) assinou aditivo contratual adiando a inauguração para março deste ano. Em janeiro, contudo, o tucano admitiu que o prazo não seria cumprido e prometeu entregar o primeiro trecho em julho e o segundo trecho em dezembro.

Em nota, a Dersa afirmou que o novo cronograma de entrega está sendo discutido com as empreiteiras e que não há um novo prazo para a abertura das pistas ao trânsito.

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/age...es-aponta-tcu.htm


Responder com Citação   




ardoss em 1/6/18, 15:03       
anos | Abr 2006 | Mensagens: 1176 | Craíbas - AL
  
 

Quase 24 horas o ar e ninguém se interessou pelo assunto.

"Não vem ao caso"


Responder com Citação   

Ademir em 1/6/18, 18:51       
anos | Abr 2008 | Mensagens: 4521 | Paranavaí - PR
  
 

ardoss, Pois é..

E esse 55 milhões é só em um trecho que foi analisado.

Nem de longe é a obra toda!

Mas como vc disse, não vem ao caso!


Responder com Citação   

Paulo.es em 1/6/18, 19:31       
anos | Dez 2006 | Mensagens: 1502 | Vitória - ES
  
 

ardoss escreveu
Quase 24 horas o ar e ninguém se interessou pelo assunto.

"Não vem ao caso"

Talvez ninguém se interessou porque tem certeza que não vai dar em nada.


Responder com Citação   

CRISPIM em 1/6/18, 19:48       Moderação
anos | Fev 2006 | Mensagens: 8255 | Itajaí - SC
  
 

ardoss escreveu
Quase 24 horas o ar e ninguém se interessou pelo assunto.

"Não vem ao caso"


Interessante, O Pt recebeu a herança corrupta dos Tucanos e que fez?

Vão se atualizar!!!

Alegre 2


Responder com Citação   

Ademir em 2/6/18, 13:50       
anos | Abr 2008 | Mensagens: 4521 | Paranavaí - PR
  
 

A relação de políticos tucanos com Concessionárias de pedágios, cuja grande maioria pertencem a empreiteiras é a caixa preta da corrupção tucana.

Aqui no Paraná, os pedágios (os mais caros do país), foram motivos de graves denuncias envolvendo o governador tucano Beto Richa e Concessionárias de Pedagios/Empreiteiras.

Tá tudo na mão de um certo juiz de primeira instância de Curitiba, muito famoso no Brasil inteiro por ter prendido Lula.


Responder com Citação   

Rafa! em 2/6/18, 23:03       
anos | Mai 2006 | Mensagens: 2749 | São Paulo - SP
  
 

Infelizmente os roubos no rouboanel vão ficar apenas nas estatísticas da impunidade a favor do tucanos em SP. Isto é uma vergonha.

Responder com Citação   







Enviar Mensagens Novas: Proibído
Responder Tópicos Proibído
Editar Mensagens: Proibído
Excluir Mensagens: Proibído
Votar em Enquetes: Proibído




VCVIP
Usuário:  
Senha:  
Lembrar 
Cadastre-se!
Agora na TV revista eletronica
A Lenda de Tarzan
20:05 - 22:00
Mouk
20:30 - 20:45
Minha Mãe é uma Peça..
20:15 - 22:00
Jogando em Casa - Vi..
20:30 - 21:30

 
Sinal aberto
FOX Sports
14/06 a 22/06
SKY
Sportv 4K
14/06 a 15/07
NET e Oi

RGS
E shop Satelite

SIGA-NOS

Facebook   Twitter   Youtube

VCFAZ.TV NO CELULAR

App Android   Telegram

FALE CONOSCO

E-mail    Fórum Ajuda

ACESSO RÁPIDO

Na Televisão: Últimas Notícias |  Novelas |  Sinal Aberto |  TV Ao vivo |  Guia de TV
Colunas: Estreias |  Ubaldo |  FabioTV |  Cinema
Fóruns de Debate: Equipamentos |  Esportes |  Feeds |  Filmes e Séries |  NET Claro |  Oi |  Papo Aberto |  Política |  Promoções |  Satélite |  SKY |  TV |  Vivo | 
Sobre o Vcfaz: Fale Conosco |  Parcerias |  Regras de Participação |  Ajuda | 

Powered by phpBB © 2001, 2002 phpBB Group