Você está lendo um tópico
Novo Tópico Responder Mensagem 

Papo Aberto   
Revolução dos ônibus elétricos chega à Europa
As mensagens são de responsabilidade de seus autores.
Este tópico possui Mensagens 6 respostas e Visualizações 703 visitas.


Larry.Tate em 2/9/18, 15:03       
anos | Out 2007 | Mensagens: 2874 | São Paulo - SP
  
 

Fabricantes chinesas, como a BYD, expandem produção e reforçam tendência que já começou a transformar o sistema urbano da China

Jamil Chade, O Estado de S.Paulo

02 Setembro 2018 | 05h00


GENEBRA - A fabricante chinesa de ônibus elétricos BYD, que há sete anos era motivo de piada nos eventos do setor automotivo na Europa, está prestes a inaugurar sua segunda fábrica no continente. Além de uma unidade de produção na Hungria, terá uma fábrica na França. Maior fabricante de veículos elétricos da China, a companhia tem entre seus sócios, desde 2008, o megainvestidor Warren Buffett.


CHINA ELECTRIC VEHICLES BUS / ONIBUS ELETRICO NA CHINA A worker walks while a BYD Co. electric bus arrives at a public transportation hub in Shenzhen, China, on Wednesday, Sept. 20, 2017. China, the worlds biggest auto market, may have all buses powered by batteries by 2020 and all other vehicles will follow suit by 2030, BYD Chairman Wang Chuanfu predicts. Photographer: Qilai Shen/Bloomberg via Getty Images

O desembarque da BYD (Build Your Dreams) na Europa reforça uma nova tendência que, rapidamente, está transformando os sistemas urbanos de transporte diante de cidades ávidas por reduzir o trânsito, cortar as emissões de CO², suprimir gastos públicos e ainda depender cada vez menos dos barris de petróleo.

A BYD não é a única do setor a se interessar pela Europa. A Yutong também anunciou a criação de uma sociedade com a francesa Dietrich Carebus.

O interesse chinês pela Europa não ocorre por acaso e faz parte de uma estratégia global de liderança em um novo modelo de transporte.

Em Pequim, o segmento de ônibus elétrico se transformou em uma prioridade industrial para o governo, que passou a dar subsídios de até 40% para empresas que optem por substituir seus velhos modelos a diesel pela nova tecnologia. Assim, a China espera se inserir num novo mercado em posição de líder incontestável.

Dos 120 mil ônibus elétricos vendidos no mundo em 2017, 95% circulam na China. Agora, essas empresas querem expandir e colocam o continente europeu como uma de suas prioridades.

Na Europa, o transporte representa 27% das emissões de CO² e a meta do Acordo de Paris é de que, até 2050, essas emissões sejam reduzidas em 90%. Mas a venda de carros elétricos ainda é pequena. Em 2017, por exemplo, apenas 250 mil unidades chegaram às ruas europeias, ante mais de 19 milhões de novos carros vendidos no mesmo ano.

No que se refere aos veículos privados, a meta europeia é ainda tímida, com o objetivo de chegar a 5% da frota do continente sendo elétrica ou híbrida até 2021. Na China, a meta é chegar ao fim deste ano com 4% da frota operando de forma elétrica.

As autoridades europeias viram no sistema urbano de transporte uma maneira de acelerar a introdução da nova tecnologia. Dos 725 mil ônibus que hoje circulam pelo continente, 2,5 mil são elétricos. Em Londres, o prefeito Sadiq Khan declarou que, a partir deste ano, nenhum veículo a diesel seria comprado e que, até 2020, todos os tradicionais ônibus vermelhos de dois andares da cidade seriam híbridos.

Pelo continente europeu, cidades como Genebra, Oslo e Amsterdã também seguem na mesma direção. No ano passado, 13 grandes cidades mundiais se comprometeram a comprar exclusivamente ônibus elétricos até 2025.

À frente. E, nesse novo mercado, a China quer garantir sua liderança. Hoje, a cada cinco semanas, 9,5 mil ônibus elétricos novos começam a circular pelas cidades chinesas – o equivalente à frota total da Londres. São 300 mil ônibus elétricos circulando hoje na China. Em Paris, os primeiros veículos com essa tecnologia devem chegar só em 2020. Atualmente, 17% do transporte público urbano da China é movido a eletricidade, em comparação a menos de 2% na Europa.

Shenzhen é considerada como o maior exemplo desse desenvolvimento, depois que completou a eletrificação de toda a frota de 16 mil ônibus no fim de 2017. Para permitir que isso pudesse ocorrer, a prefeitura local instalou 32 operadores de energia, 166 estações de recarregamento e mais 1,8 mil pontos de eletricidade de curta duração. Até 2020, serão 8,2 mil pontos, capazes de atender a 24 mil veículos.

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,r...uropa,70002483587


Responder com Citação   




mjbondioli em 3/9/18, 9:01       
anos | Jan 2017 | Mensagens: 866 | Pindamonhangaba - SP
  
 

O futuro dos transportes terrestres, não importando se particular ou público é a eletricidade. Quer os amantes dos combustíveis fósseis gostem ou não.

Responder com Citação   

umricardo em 4/9/18, 16:57       
anos | Nov 2006 | Mensagens: 7 | Peruíbe - SP
  
 

quero ver como vão descartar as baterias gastas,não pode jogar em qualquer lixo!

Responder com Citação   

mauro_directv em 4/9/18, 18:08       
anos | Abr 2008 | Mensagens: 2832 | Foz do Iguaçu - PR
  
 

Quero ver como vão produzir eletricidade para abastecer os carros, já que atualmente falta para as residências.

Responder com Citação   

Larry.Tate em 8/9/18, 9:16       
anos | Out 2007 | Mensagens: 2874 | São Paulo - SP
  
 

umricardo escreveu
quero ver como vão descartar as baterias gastas,não pode jogar em qualquer lixo!

Baterias custam caro, a reciclagem será uma forma de ganhar dinheiro.
Vai acabar acontecendo o mesmo que acontece hoje em dia com as latinhas de alumínio, papel, papelão, ferro e outros metais.

Todas as quartas-feiras o caminhão dos reciclados passa pela minha rua, mas antes passa sempre um carro particular recolhendo os reciclados competindo com o sistema oficial.

Não vejo problemas com isso.


mauro_directv escreveu
Quero ver como vão produzir eletricidade para abastecer os carros, já que atualmente falta para as residências.

Isso é relativo, tem que ver os horários de recarga da frota.
Obviamente hoje não temos sobra, muito pelo contrário, falta energia, mas nada como um pouco de planejamento e investimento não resolvam o problema. Se outros países conseguem, nós também conseguimos.

Mas eu acho que no Brasil e nos EUA, devido ao grande território e longas distâncias a serem percorridas a tendência seja pelos carros híbridos. O carro puramente elétrico vai demorar muito para chegar nas Américas.


Responder com Citação   

CRISPIM em 8/9/18, 9:34       Moderação
anos | Fev 2006 | Mensagens: 8570 | Itajaí - SC
  
 

Bem observado Larry.Tate, isso poderá ser feito em horários definidos pelas autoridades, porém, as represas usando água também poderão sofrer falta de energia a população.

- Com a redução da produção de petróleo, está se investindo muito na energia solar e eólica. No Brasil já representa mais de 8% dela e no futuro isso poderá chegar a uns 80% de produção da energia.

Abs.


Responder com Citação   

Larry.Tate em 9/9/18, 10:58       
anos | Out 2007 | Mensagens: 2874 | São Paulo - SP
  
 

CRISPIM escreveu
Bem observado Larry.Tate, isso poderá ser feito em horários definidos pelas autoridades, porém, as represas usando água também poderão sofrer falta de energia a população.

- Com a redução da produção de petróleo, está se investindo muito na energia solar e eólica. No Brasil já representa mais de 8% dela e no futuro isso poderá chegar a uns 80% de produção da energia.

Abs.


Correto CRISPIM, hoje já dispomos de medidores de energia inteligentes que de acordo com o horário a tarifa é maior ou menor. As autoridades, de acordo com critérios técnicos, poderiam definir através das tarifas os horários de maior ou menor custo da energia.


Responder com Citação   







Enviar Mensagens Novas: Proibído
Responder Tópicos Proibído
Editar Mensagens: Proibído
Excluir Mensagens: Proibído
Votar em Enquetes: Proibído




VCVIP
Usuário:  
Senha:  
Lembrar 
Cadastre-se!
Agora na TV revista eletronica
John Carter: Entre D..
17:40 - 20:05
South Park
19:25 - 19:50
Experimente
19:00 - 20:00
Clube da Luta Animal
19:45 - 20:30

 
Sinal aberto
Cinemax
14/09 a 23/09
SKY Pré-pago
Comedy Central
17/09 a 28/09
Vivo
Cinemax
14/09 a 29/09
Vivo
FOX Premium 1 e 2
27/09 a 1/10
Principais operadoras
E!
28/09 a 7/10
SKY Pré-pago

RGS
E shop Satelite

SIGA-NOS

Facebook   Twitter   Youtube

VCFAZ.TV NO CELULAR

App Android   Telegram

FALE CONOSCO

E-mail    Fórum Ajuda

ACESSO RÁPIDO

Na Televisão: Últimas Notícias |  Novelas |  Sinal Aberto |  TV Ao vivo |  Guia de TV
Colunas: Estreias |  Ubaldo |  FabioTV |  Cinema
Fóruns de Debate: Equipamentos |  Esportes |  Feeds |  Filmes e Séries |  NET Claro |  Oi |  Papo Aberto |  Política |  Promoções |  Satélite |  SKY |  TV |  Vivo | 
Sobre o Vcfaz: Fale Conosco |  Parcerias |  Regras de Participação |  Ajuda | 

Powered by phpBB © 2001, 2002 phpBB Group