Vcfaz.tv
Agora na TV Tal Pai, Tal Filho
15:30 - 17:35
Central do Brasil
15:25 - 17:30
O Juízo Final: 10 Maneira...
16:00 - 17:00
revista eletronica  
    Você está lendo um tópico
Novo Tópico Responder Mensagem 

Papo Aberto > Política   
Secretário da Juventude de Temer diz que 'tinha era que matar mais'nos presídios
As mensagens são de responsabilidade de seus autores.
Este tópico possui Mensagens 23 respostas e Visualizações 914 visitas.
1, 2, 3  Próximo


Ademir em 7 Jan 2017 - 0:50       
anos | Abr 2008 | Mensagens: 2918 | Paranavaí - PR
  
 


Filiado ao PMDB, Bruno Júlio afirmou ainda que 'tinha que fazer uma chacina por semana' nas penitenciárias; declaração foi dada à coluna de Ilimar Franco, de 'O Globo' e reafirmada depois.



O secretário nacional de Juventude, Bruno Júlio, deu uma declaração polêmica sobre as chacinas nos presídios de Roraima e Manaus. Bruno Júlio, que é filiado ao PMDB e foi nomeado para a secretaria em junho, afirmou que tinham que ter matado mais presos e que deveria haver uma chacina por semana. Depois, reafirmou a declaração em sua página pessoal no Facebook.

O secretário da Juventude deu a declaração para a coluna do jornalista Ilimar Franco, do jornal "O Globo".

"Eu sou meio coxinha sobre isso. Sou filho de polícia, não é? Sou meio coxinha. Tinha era que matar mais. Tinha que fazer uma chacina por semana."

Diante da repercussão em torno da declaração, Bruno Júlio divulgou uma nota no perfil dele no Facebook (leia a íntegra ao final desta reportagem), na qual disse ter falado "como cidadão, em caráter pessoal".

"Está havendo uma valorização muito grande da morte de condenados, muito maior do que quando um bandido mata um pai de família que está saindo ou voltando do trabalho."

Entre domingo (1º) e segunda (2), 56 presos foram mortos em uma rebelião no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, em Manaus. Nesta sexta (6), 31 presos foram mortos na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, em Boa Vista (a maior de Roraima).

"Isso que me deixa triste. Olha a repercussão que esse negócio do presídio teve e ninguém está se importando com as meninas que foram mortas em Campinas. Os que não têm nada a ver com nada que se explodam?".

"Os santinhos que estavam lá dentro que estupraram, mataram [chamam de] 'coitadinho', 'ai, meu Deus, eles não fizeram nada', 'foram [mortos] injustamente'... Para, gente!", continuou o secretário.

"Esse politicamente correto que está virando o Brasil está ficando muito chato."

Para o secretário, "é óbvio que tem que investigar" as mortes nas penitenciárias.

A Secretaria da Juventude é vinculada à Secretaria de Governo, e o salário do cargo é de R$ 13.974,20 por mês.

Licenciado da Juventude do PMDB, Bruno Júlio é filho do ex-deputado federal Cabo Júlio (PMDB), que, atualmente, ocupa uma cadeira de deputado na Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

Segundo o colunista de 'O Globo' Jorge Bastos Moreno, o presidente Michel Temer examina exonerar o secretário.

A assessoria de imprensa do Palácio do Planalto não vai comentar o comentário do secretário. Já a Secretaria de Governo, a quem Bruno Júlio é subordinado, ainda não se manifestou.

Agressão à mulher

Bruno Júlio é investigado por agredir a mulher em Belo Horizonte. Segundo a Polícia Civil mineira, ele foi acusado de lesão corporal pela ex-mulher e de assédio sexual por uma funcionária em outras duas investigações.

A denúncia de agressão foi feita pela companheira do secretário em abril, na 1ª Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher, em Belo Horizonte.

Segundo a polícia, a vítima relatou que Bruno Júlio a puxou pelo cabelo e deu tapas em seu rosto. A investigação, coordenada pela delegada Ana Paula Balbino, não foi concluída.

Outras acusações

Em outro caso, registrado como lesão corporal, Bruno Júlio é suspeito de agredir com socos, tapas, chutes e puxões de cabelo a mulher com quem tinha uma união estável em março de 2014. À época, ela ainda relatou à polícia que foi ameaçada com uma faca porque o então companheiro não aceitava o fim do relacionamento.

Na ocasião, por meio de nota, ele confirmou que teve um relacionamento com a mulher, com quem teve uma filha.

O secretário informou ainda que a criança está sob sua guarda, o que, segundo ele, demonstra “ser prova mais do que suficiente da solidez do relacionamento” que tem com a ex-companheira. Bruno Júlio destacou ainda que sua “relação familiar sempre se pautou pelo respeito e confiança”.

Em novembro de 2015, o secretário foi acusado de assédio sexual por uma funcionária. Na denúncia, a mulher contou que era ameaçada de demissão caso não saísse com ele.

A vítima disse à polícia que era perturbada e constrangida pelo patrão com elogios e convites para acompanhá-lo em viagens. De acordo com a polícia, ela entregou à delegada mensagens das ameaças enviadas por celular pelo secretário.

Em nota, Bruno Júlio afirmou que a acusação de assédio é frágil e que a denúncia somente ocorreu depois de comunicada à funcionária sua exoneração. “Não passou de retaliação”, afirmou o secretário. Na nota, o secretário não se posicionou sobre a investigação em andamento.

http://g1.globo.com/politica/noticia/secretario...s-presidios.ghtml


Responder com Citação    




Ricardo em 7 Jan 2017 - 1:46       Administração
anos | Ago 2003 | Mensagens: 5406 | Pontes e Lacerda-MT
  
 


Acho que não consigo nem comentar um tipo de coisa como esta.

Estupidez galopante. Ignorância em diversos sentidos.

Oh, Brasil.. o que estão fazendo nesta terra?


Responder com Citação    

Larry.Tate em 7 Jan 2017 - 10:49       
anos | Out 2007 | Mensagens: 1830 | São Paulo - SP
  
 


Ele perdeu uma boa oportunidade de ficar calado, de qualquer forma ele pensa como uma parcela enorme da população brasileira.

Responder com Citação    

Paulo Frank em 7 Jan 2017 - 11:16       
anos | Set 2014 | Mensagens: 1134 | Ijuí - RS
  
 


Documento desmente ministro da Justiça sobre pedido de ajuda para presídios em Roraima

Ofício confirma que governadora de Roraima, Suely Campos, havia solicitado auxílio do governo federal em caráter de urgência para o sistema carcerário do Estado
A governadora roraimense pediu "apoio do Governo Federal, bem como da Força Nacional" para os presídios do Estado e destacou que havia "grande clima de tensão". Suely ainda pediu 180 pistolas para o sistema penitenciário, "que se encontra deficitário".
Entretanto, segundo revelou o jornal, o ministro negou a demanda. Moraes respondeu que "apesar do reconhecimento da importância do pedido de Vossa Excelência, infelizmente, por ora, não poderemos atender ao seu pleito".
http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/policia/no...aima-9168292.html


Ou seja: o desgoverno golpista continua mentindo!


Responder com Citação    

Paulo Frank em 7 Jan 2017 - 11:17       
anos | Set 2014 | Mensagens: 1134 | Ijuí - RS
  
 


Larry.Tate escreveu
Ele perdeu uma boa oportunidade de ficar calado, de qualquer forma ele pensa como uma parcela enorme da população brasileira.



Tem certeza desse enorme???


Responder com Citação    

Larry.Tate em 7 Jan 2017 - 11:54       
anos | Out 2007 | Mensagens: 1830 | São Paulo - SP
  
 


Paulo Frank escreveu
Larry.Tate escreveu
Ele perdeu uma boa oportunidade de ficar calado, de qualquer forma ele pensa como uma parcela enorme da população brasileira.



Tem certeza desse enorme???


Faça essa pergunta para aqueles que já estiveram na mira de um revólver durante um assalto ou para aqueles que já tiveram um parente ou conhecido assassinado por um bandido e saberá o quanto enorme é essa parcela da população.


Responder com Citação    

Paulo Frank em 7 Jan 2017 - 11:59       
anos | Set 2014 | Mensagens: 1134 | Ijuí - RS
  
 


Larry.Tate escreveu
Paulo Frank escreveu
Larry.Tate escreveu
Ele perdeu uma boa oportunidade de ficar calado, de qualquer forma ele pensa como uma parcela enorme da população brasileira.



Tem certeza desse enorme???


Faça essa pergunta para aqueles que já estiveram na mira de um revólver durante um assalto ou para aqueles que já tiveram um parente ou conhecido assassinado por um bandido e saberá o quanto enorme é essa parcela da população.



Particularmente já tive, por duas vezes e não tenho esse pensamento extremista!


Responder com Citação    

Pirassununga em 7 Jan 2017 - 12:14       
anos | Jan 2014 | Mensagens: 17 | Pirassununga - SP
  
 


Eles que são bandidos não se entendem, nós do povo que sofremos com os bandidos, é temos que nos preocupar

Responder com Citação    

Larry.Tate em 7 Jan 2017 - 12:19       
anos | Out 2007 | Mensagens: 1830 | São Paulo - SP
  
 


Paulo Frank escreveu
Larry.Tate escreveu
Paulo Frank escreveu
Larry.Tate escreveu
Ele perdeu uma boa oportunidade de ficar calado, de qualquer forma ele pensa como uma parcela enorme da população brasileira.



Tem certeza desse enorme???


Faça essa pergunta para aqueles que já estiveram na mira de um revólver durante um assalto ou para aqueles que já tiveram um parente ou conhecido assassinado por um bandido e saberá o quanto enorme é essa parcela da população.



Particularmente já tive, por duas vezes e não tenho esse pensamento extremista!


Isso se chama Síndrome de Estocolmo.


Responder com Citação    

Pirassununga em 7 Jan 2017 - 12:43       
anos | Jan 2014 | Mensagens: 17 | Pirassununga - SP
  
 


Não, é bandidagem mesmo

Responder com Citação    

1, 2, 3  Próximo






Enviar Mensagens Novas: Proibído
Responder Tópicos Proibído
Editar Mensagens: Proibído
Excluir Mensagens: Proibído
Votar em Enquetes: Proibído






VCVIP
Usuário:  
Senha:  
Lembrar 
Cadastre-se!
Mundosat
E shop Satelite

Compare no BuscapÉ



SIGA-NOS

Facebook   Twitter   Youtube

VCFAZ.TV NO CELULAR

App Android   Telegram

FALE CONOSCO

E-mail    Fórum Ajuda

ACESSO RÁPIDO

Na Televisão: Últimas Notícias |  Novelas |  Guia de TV |  Programa Avesso
Colunas: Agenda de estreias |  Entrevista |  FabioTV |  Cinema |  Top Músicas
Fóruns de Debate: Equipamentos |  Esportes |  Feeds |  NET Claro |  Oi |  On Demand |  Papo Aberto |  Política |  Promoções |  Satélite |  SKY |  Tech |  TV |  Vivo | 
Sobre o vcfaz.tv: Fale Conosco |  Parcerias |  Regras de Participação |  Ajuda | 
Powered by phpBB © 2001, 2002 phpBB Group