Vcfaz.tv
Agora na TV A Música Audaz de Toninho...
22:30 - 23:30
Trilhas Sonoras
22:00 - 23:00
Vida no Alasca
22:36 - 23:00
revista eletronica  
    Você está lendo um tópico
Novo Tópico Responder Mensagem 

Papo Aberto   
Morre Ricardo Piglia, um clássico contemporâneo da literatura em espanhol
As mensagens são de responsabilidade de seus autores.
Este tópico possui Mensagens 0 respostas e Visualizações 109 visitas.


Ricardo em 9 Jan 2017 - 15:41       Administração
anos | Ago 2003 | Mensagens: 5148 | Pontes e Lacerda-MT
  
 


Morre Ricardo Piglia, um clássico contemporâneo da literatura em espanhol

Fonte: http://brasil.elpais.com/brasil/2017/01/06/cult...33441_558033.html

O escritor argentino Ricardo Piglia morreu aos 75 anos. Leitor, crítico, editor, roteirista de cinema, professor de literatura e, principalmente, narrador, Piglia nasceu em Adrogué, na província de Buenos Aires, em 24 de novembro de 1941. Viveu entre a Argentina e os Estados Unidos e a literatura, mas passou seus últimos meses em Buenos Aires por causa da esclerose lateral amiotrófica (ELA), que afetou os neurônios que controlavam seus músculos, mas não lhe tirou a lucidez intelectual e criativa, razão pela qual trabalhou até quase o último momento.

Autor de três livros de contos, seis ensaios e uma novela curta, Piglia escreveu cinco romances, entre 1980 e 2013. Com o primeiro, Respiração Artificial, conquistou um lugar entre os autores latino-americanos indiscutíveis posteriores ao boom. Aquela história sobre a ditadura militar de seu país foi seguida por doze anos de silêncio romanesco até que voltou com A Cidade Ausente. Cinco anos mais tarde, em 1997, sua literatura atingiu o grande público com Dinheiro Queimado. Mais 13 anos de silêncio foram interrompidos com Alvo Noturno, em 2010, e um rastro de prêmios que incluíram o da Crítica na Espanha e o Rómulo Gallegos. Seu último romance foi O Caminho de Ida, em 2013.

Antes de Respiração Artificial, e entre esses romances, Ricardo Piglia escreveu contos e ensaios, muitos ensaios sobre escritores, sobre a arte de escrever, sobre a crítica literária e a edição; entre os quais se destaca um artefato criativo que reflete aquele menino que queria desmontar os parafusos da linguagem ou descobrir as doses das poções do feitiço literário: Crítica y Ficción (Critica e Ficção). São 226 páginas originais do ano de 1986, mas atualizadas em 2001, nas quais Piglia bebe da tradição literária universal e daquela de seu país, à maneira de Borges, com um “tratado de poética” em que ele está num bar com amigos e estes lhe perguntam coisas, coisas em que se juntam sua vida e sua literatura, nas quais se desvelam os fios que tecem seu pensamento de cidadão, leitor, crítico, professor, editor e narrador.


Responder com Citação    










Enviar Mensagens Novas: Proibído
Responder Tópicos Proibído
Editar Mensagens: Proibído
Excluir Mensagens: Proibído
Votar em Enquetes: Proibído






VCVIP
Usuário:  
Senha:  
Lembrar 
Cadastre-se!
Mundosat
E shop Satelite
Agenda
Novelas

Compare no BuscapÉ


vcfaz.tv
RSS RSS Facebook Twitter Youtube
Na Televisão
Últimas Notícias
Novelas
Guia de TV

Programa Avesso

Colunas
Agenda de estreias
Entrevista
FabioTV
No Controle
Top Músicas

Fóruns de Debate
TV
  ├ On Demand
  ├ NET Claro
  ├ Oi
  ├ SKY
  └ Vivo
Satélite
  ├ Equipamentos
  └ Feeds
Papo Aberto
  ├ Esportes
  ├ Promoções
  ├ Política
  └ Tech
Sobre o vcfaz.tv
Fale Conosco
Parcerias
Regras de Participação
Ajuda
Newsletter
Receba diariamente as notícias em seu email.

Email:

Delivered by FeedBurner

Powered by phpBB © 2001, 2002 phpBB Group