Você está lendo um tópico
Novo Tópico Responder Mensagem 

Papo Aberto   
Nasa descobre sistema solar com 7 planetas parecidos com a Terra
As mensagens são de responsabilidade de seus autores.
Este tópico possui Mensagens 5 respostas e Visualizações 558 visitas.


Rafa! em 22/2/17, 19:21       
anos | Mai 2006 | Mensagens: 2821 | São Paulo - SP
  
 

Nasa descobre sistema solar com 7 planetas parecidos com a Terra

São Paulo – A Nasa anunciou hoje que encontrou o primeiro sistema solar com sete planetas de tamanho similar ao da Terra pela primeira vez na história. O sistema foi encontrado a cerca de 39 anos-luz de distância–uma distância relativamente pequena em termos cósmicos.

Dos sete planetas, três estão dentro de uma zona habitável, onde é possível ter água líquida e, consequentemente, vida. Os astros mais próximos do seu sol devem ser quentes demais para ter água líquida e os mais distantes devem ter oceanos congelados.

Os planetas orbitam uma estrela anã chamada Trappist-1, que é similar ao Sol e um pouco maior do que Júpiter. Segundo a agência espacial, os astros têm massas semelhantes à da Terra e são de composição rochosa. A expectativa da Nasa é que, na pior das hipóteses, ao menos um dos planetas tenha temperatura ideal para a presença de oceanos de água em forma líquida, assim como acontece na Terra.

As observações preliminares indicam que um dos planetas pode ter oxigênio em sua atmosfera–o que possibilitaria a realização de atividades fotossintéticas por lá. Para que haja vida como concebida por nós, no entanto, é preciso a presença de outros elementos na atmosfera, como metano e ozônio.

Segundo o estudo, que foi publicado na revista Nature, há chances de os cientistas encontrarem vida nesses planetas. “Não é mais uma questão de ‘se’, mas uma questão de ‘quando'”, disse Thomas Zurbuchen, administrador da Direção de Missão Científica da Nasa, na coletiva que anunciou a descoberta.


Ilustração (NASA/JPL/Divulgação)

Telescópios na Terra e o Hubble, um telescópio espacial, poderão analisar em detalhes as moléculas das atmosferas dos planetas. Nessa exploração, o Telescópio James Webb, que será lançado ao espaço em 2018, terá papel fundamental. Ele será equipado com luz infravermelha, ideal para analisar o tipo de luz que é emitida da estrela Trappist-1.

Quando o novo telescópio da European Space Organisation começar a funcionar, em 2024, será possível saber se há realmente água nesses planetas.

Mesmo que os pesquisadores não encontrem vida nesse sistema, ela pode se desenvolver lá. O estudo indica que a Trappist-1 é relativamente nova. “Essa estrela anã queima hidrogênio tão lentamente que vai viver por mais 10 trilhões de anos–que é sem dúvida tempo suficiente para a vida evoluir”, escreveu Ignas A. G. Snellen, do Observatório de Leiden, na Holanda, em um artigo opinativo que acompanha o estudo na revista Nature.

Apesar da similaridade entre a Terra e os planetas do sistema recém-descoberto, a estrela Trappist-1 é bem diferente de nosso Sol. A estrela tem apenas 1/12 da massa do nosso Sol. A sua temperatura também é bem menor. Em vez dos 10 mil graus Celsius que nosso Sol atinge, o Trappist-1 tem “apenas” 4.150 graus em sua superfície.

De acordo com o New York Times, a estrela também emite menos luz. Um reflexo disso seria uma superfície mais sombria. A claridade durante o dia, por lá, seria cerca de um centésimo da claridade na Terra durante o dia. Uma dúvida que paira sobre os cientistas é qual seria a cor emitida por pela Trappist-1. Essa cor pode variar de um vermelho profundo a tons mais puxados para o salmão.

Como foi feita a descoberta

Tudo começou em 2016, quando Michael Gillon, astrônomo na Universidade de Liège, na Bélgica, descobriu três exoplanetas orbitando uma estrela anã. Ele e seu grupo encontraram os astros após notar que a Trappist-1 escurecia periodicamente, indicando que um planeta poderia estar passando na frente da estrela e bloqueando a luz.



Para estudar a descoberta mais a fundo, o pesquisador usou telescópios localizados na Terra, como o Star, da Universidade de Liège, o telescópio de Liverpool, na Inglaterra, e o Very Large Telescope da ESO, no Chile. Já no espaço, Gillon usou o Spitzer, o telescópio espacial da Nasa, durante 20 dias.

Com as observações no solo e no espaço, os cientistas calcularam que não havia apenas três exoplanetas, mas sete. A partir dessa análise, foi possível descobrir o tempo de translação, a distância da estrela, a massa e o diâmetro dos sete astros. De acordo com os pesquisadores, ainda é preciso observar o sistema solar por mais algum tempo para saber novos detalhes, como a existência de água líquida.

http://exame.abril.com.br/ciencia/nasa-descobre...idos-com-a-terra/


Responder com Citação   




Larry.Tate em 22/2/17, 20:23       
anos | Out 2007 | Mensagens: 2783 | São Paulo - SP
  
 

Que legal.
Pena ser tão longe para ser estudado melhor.


Responder com Citação   

SEFREPE em 23/2/17, 9:57       
anos | Set 2014 | Mensagens: 600 | Catalão - GO
  
 

Quem já leu o Livro de Urântia já sabe disso desde de 1934. O nosso planeta Terra (Urantia) é o de número 606 no Sistema Local do Universo (não confundir com o Sistema Solar). No livro há até descrição sucinta da cultura e do sistema de governo de um planeta vizinho).

Se alguém for ler o livro, consulte primeiro de como o mesmo surgiu aqui na terra.


Responder com Citação   

STOLEDO em 23/2/17, 13:26       
anos | Dez 2010 | Mensagens: 1183 | Borda da Mata - MG
  
 

será que existe vida inteligente nessas descobertas ? ou vamos ter que levar para lá , nossa vida inteligente, no futuro ?

Responder com Citação   

CRISPIM em 23/2/17, 16:05       Moderação
anos | Fev 2006 | Mensagens: 8369 | Itajaí - SC
  
 

Para se chegar a estes planetas e viajando a velocidade da luz, seriam 39 anos sem parada. Isso só consegue nos filmes.

Como estas viagens só é feito em filmes em viajar "Os Caminho das Estrelas" ... para pesquisar novas vidas... novas civilizações... audaciosamente indo onde nenhum homem jamais esteve., somente num futuro a humanidade com tecnologias de naves de altas velocidades e explorando planetas mais próximos além do sistema solar. Isso poderá demorar milhares de anos terrestre.


Abs.

Sorriso amarelo


Responder com Citação   

JOÃO BATISTA ALVES FILHO em 23/2/17, 20:31       
anos | Fev 2016 | Mensagens: 57 | Juazeiro - BA
  
 

Pleno 2017 e ainda acreditam nas mentiras da Nasa.

Responder com Citação   







Enviar Mensagens Novas: Proibído
Responder Tópicos Proibído
Editar Mensagens: Proibído
Excluir Mensagens: Proibído
Votar em Enquetes: Proibído




VCVIP
Usuário:  
Senha:  
Lembrar 
Cadastre-se!
Agora na TV revista eletronica
Tori, A Detetive
17:45 - 18:00
Paraísos da Rússia
17:30 - 18:15
Animais Fantásticos ..
17:40 - 20:00
A Culpa é do Cabral
17:00 - 18:00

 
Sinal aberto
Discovery Home & Health
12/07 a 22/07
SKY Pré-pago
H2
20/07 a 29/07
Oi
HBO, HBO 2, HBO Plus, HBO Plus*, HBO Family, HBO Signature, MAX UP, MAX, MAX PRIME e MAX PRIME*
27/07 a 29/07
SKY Pré-pago
Nick, Nick Jr, Disney Channel, Disney Junior, Disney XD e Gloobinho
20/07 a 30/07
Oi
Disney XD, Disney Jr, Rá Tim Bum, Nickelodeon, Nick jr, Boomerang e Tooncast
20/07 a 30/07
Vivo
Disney, Disney XD e Disney Jr
20/07 a 30/07
TVN
Disney XD, Gloobinho HD e Nickelodeon
20/07 a 30/07
SKY Pré-pago

RGS
E shop Satelite

SIGA-NOS

Facebook   Twitter   Youtube

VCFAZ.TV NO CELULAR

App Android   Telegram

FALE CONOSCO

E-mail    Fórum Ajuda

ACESSO RÁPIDO

Na Televisão: Últimas Notícias |  Novelas |  Sinal Aberto |  TV Ao vivo |  Guia de TV
Colunas: Estreias |  Ubaldo |  FabioTV |  Cinema
Fóruns de Debate: Equipamentos |  Esportes |  Feeds |  Filmes e Séries |  NET Claro |  Oi |  Papo Aberto |  Política |  Promoções |  Satélite |  SKY |  TV |  Vivo | 
Sobre o Vcfaz: Fale Conosco |  Parcerias |  Regras de Participação |  Ajuda | 

Powered by phpBB © 2001, 2002 phpBB Group