Você está lendo um tópico
Novo Tópico Responder Mensagem 

Televisão > On Demand   
Governo estuda cobrar R$ 300 milhões em taxas da Netflix BR até 2022
As mensagens são de responsabilidade de seus autores.
Este tópico possui Mensagens 13 respostas e Visualizações 3260 visitas.
1, 2  Próximo


SEFREPE em 1 Mar 2017 - 11:11       
anos | Set 2014 | Mensagens: 591 | Catalão - GO
  
 

Ricardo Feltrin

Depois da tentativa das operadoras em cobrar pelo uso de dados, e da aprovação no apagar das luzes de 2016 da cobrança de ISS sobre serviços de streaming, vem aí mais um golpe contra a Netflix, suas congêneres e, claro, todos os usuários.

A única dúvida é como o governo vai taxar a Netflix. Se pela cobrança de Condecine (Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica Nacional) ou por meio de uma taxa sobre a remessa dos lucros.

No primeiro caso, por meio da Ancine (Agência Nacional do Cinema), o governo cobraria uma taxa de R$ 7.291 de cada um dos produtos estrangeiros do catálogo da Netflix Brasil --com duração superior a 50 minutos. Além disso cobraria uma taxa de R$ 1.822,81 por episódio de séries internacionais.

A cobrança também se estenderia às produções nacionais (R$ 1.458,25 por filme, R$ 364,56 por capítulo).

A ideia, claro, é cobrar Condecine não só da Netflix mas de todos os serviços que ofereçam streaming, inclusive You Tube, Spotify etc.

O primeiro efeito disso, caso a medida seja implementada, seria o aumento do custo da assinatura, porque a taxa obviamente será repassada para os assinantes desses serviços.

A Condecine é paga pelas produtoras de conteúdo a cada cinco anos, mas ainda há uma discussão jurídica sobre se ela é ou não um instrumento legal.

Se a Ancine obtiver aprovação para isso, a estimativa (conservadora) é que governo arrecade algo em torno de R$ 300 milhões até 2022 somente da Netflix.

Netflix tem faturamento estimado em R$ 1,1 bilhão no Brasil, mas ele pode ser ainda maior.

O catálogo total desse serviço no país é estimado em 60 mil títulos (entre filmes, especiais, episódios de seriados, séries, novelas, documentários etc).

Além disso há uma troca constante de produtos todas as semanas, e que também seriam taxados a cada cinco anos (se permanecerem no cardápio dos assinantes).

Caso um imprevisto ocorra e a Ancine não consiga cobrar a Condecine, o órgão já tem um plano B: taxar o faturamento ou a remessa de lucros das empresas.

TENTÁCULOS

Em consulta pública declarada no final do ano passado, a Ancine demonstra suposta preocupação com o momento de expansão da produção audiovisual no Brasil.

Segundo a agência, essa produção “cresceu 66% entre 2007 e 2013”, segundo dados incluídos na “Notícia regulatória - Comunicação Audiovisual Sob Demanda”, espécie de carta de intenções da agência federal a respeito do setor.

Segundo o governo, é preciso disciplinar um mercado de VOD (video on-demand) porque “49% dos usuários de banda larga estão vendo VOD”.

“Compõe esta pauta a implantação de um modelo tributário equilibrado”, diz a Ancine, que sentencia: “Faz-se relevante a atenção do Estado.”
https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/ooops/201...sil-em-5-anos.htm


Responder com Citação   




SEFREPE em 1 Mar 2017 - 11:15       
anos | Set 2014 | Mensagens: 591 | Catalão - GO
  
 

"Plano B" do governo é taxar remessa de lucros da Netflix Brasil

Ricardo Feltrin

Caso fracasse na luta pela obrigatoriedade de pagamento de taxa de Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica para todos os produtos nacionais e internacionais oferecidos pela Netflix e demais serviços de streaming (o que é improvável), o governo federal já tem um plano B para tirar alguma coisa do setor:

A ideia é estimular a criação de nova legislação tributária que permita cobrar uma taxa que pode ir de 3% a 8% sobre a remessa de lucro obtido aqui por essas empresas para suas sedes no exterior, segundo fontes a par do assunto, ouvidas pela coluna (sob anonimato).

Essa seria uma cobrança anual, na forma de um imposto, cuja arrecadação possivelmente seria “dedicada” à Ancine, assim como já ocorre com a Condecine.

Supondo que o “imposto” fosse de 8%, como o faturamento da Netflix no país estimado em R$ 1,1 bilhão, nesse caso só a Netflix poderia render aos cofres federais quase R$ 90 milhões por ano.

https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/ooops/201...etflix-brasil.htm


Responder com Citação   

Ademir em 1 Mar 2017 - 12:51       
anos | Abr 2008 | Mensagens: 3923 | Paranavaí - PR
  
 

Pressão das teles, que ficaram frustradas na tentativa de impor franquia no consumo de dados aos assinantes e também das programadoras e operadoras de tv por assinatura, que cobram um preço exorbitantes dos clientes pelos melhores pacotes.

A netflix oferece um serviço de alta qualidade técnica e conteúdo por um preço muito mais acessível.


Alguém sabe como esse serviço é regulamentado e como se da a cobrança de impostos em países como EUA, Reino Unidos, Canada? Etc...


Responder com Citação   

mjbondioli em 1 Mar 2017 - 13:23       
anos | Jan 2017 | Mensagens: 588 | Pindamonhangaba - SP
  
 

SEFREPE escreveu
"Plano B" do governo é taxar remessa de lucros da Netflix Brasil

Ricardo Feltrin

Caso fracasse na luta pela obrigatoriedade de pagamento de taxa de Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica para todos os produtos nacionais e internacionais oferecidos pela Netflix e demais serviços de streaming (o que é improvável), o governo federal já tem um plano B para tirar alguma coisa do setor:

A ideia é estimular a criação de nova legislação tributária que permita cobrar uma taxa que pode ir de 3% a 8% sobre a remessa de lucro obtido aqui por essas empresas para suas sedes no exterior, segundo fontes a par do assunto, ouvidas pela coluna (sob anonimato).

Essa seria uma cobrança anual, na forma de um imposto, cuja arrecadação possivelmente seria “dedicada” à Ancine, assim como já ocorre com a Condecine.

Supondo que o “imposto” fosse de 8%, como o faturamento da Netflix no país estimado em R$ 1,1 bilhão, nesse caso só a Netflix poderia render aos cofres federais quase R$ 90 milhões por ano.

https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/ooops/201...etflix-brasil.htm


Se a ideia tivesse vindo de um governo de esquerda, até que faria sentido, mas vindo deste, que é tradicionalmente de pernas abertas para os estrangeiros, fica a impressão que é para ganhar dinheiro fácil, mesmo.


Responder com Citação   

prego em 1 Mar 2017 - 14:57       
anos | Dez 2005 | Mensagens: 544 | Brasília - DF
  
 

Abssssuuuurrrrrrdooooo!!!
Se o dinheiro dessa taxação fosse usado para algo de útil, em benefício da população, até poderia concordar. Mas, como tudo nesse país, vai ser mais dinheiro que esses FDP'S vão tirar de nós só para encher os bolsos deles: ATÉ QUANDO BRASIL, ATÉ QUANDO!!!


Responder com Citação   

Pirassununga em 1 Mar 2017 - 17:14       
anos | Jan 2014 | Mensagens: 27 | Pirassununga - SP
  
 

Moramos no Brasil, vivemos em sociedade, onde todos, o cidadãos e as empresas, são chamados a contribuir, com tributos, para que o mesmo seja revertido visando no bem comum, se queremos que acabe a corrupção no Brasil, temos que eleger representantes honestos em todos os nives, municipal, estadual e federal, não é elegendo os tiririticas da vida que vamos melhorar o Brasil.

Responder com Citação   

holygod 10 em 1 Mar 2017 - 17:55       
anos | Nov 2006 | Mensagens: 2393 | Contagem - MG
  
 

Daqui a pouco não um futuro muito distante só teremos Globosat, Ancine e seus lixos, TV Aberta pra todos.
Empresas estrangeiras simplesmente deixarão o Brasil por causa desta roubalheira de impostos, o país que mais se cobra impostos do mundo.


Responder com Citação   

Ademir em 1 Mar 2017 - 19:19       
anos | Abr 2008 | Mensagens: 3923 | Paranavaí - PR
  
 

Acredito que a netflix e outras empresas de streaming deve pagar algum tipo de impostos nos EUA e outros países onde atua.


Gostaria de saber como é feito isso.

Se alguém souber, posta ai pra esquentar o debate.


Responder com Citação   

SEFREPE em 1 Mar 2017 - 19:39       
anos | Set 2014 | Mensagens: 591 | Catalão - GO
  
 

Veja a opinião do (pra quem gosta ou não) Brasil247

Na minha pobre opinião, estão dizendo uma verdade que a Grande mídia esconde.

TEMER PODE MATAR NETFLIX, MAIOR AMEAÇA À GLOBO

O governo de Michel Temer, que é rejeitado pela ampla maioria da população, mas se sustenta apenas com o apoio da Globo, que o colocou no poder, estuda retribuir os favores à família Marinho, com um superimposto que seria cobrado de serviços de conteúdo por streaming, como a Netflix; estima-se que a mordida poderia chegar a R$ 300 milhões, praticamente inviabilizando o serviço no País; nesta semana, no Mobile World Congress, em Barcelona, o presidente da Netflix, Reed Hastings, previu que, em dez anos, 90% do consumo de vídeos virá de plataformas digitais, como Netflix e Youtube

http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/28284...-%C3%A0-Globo.htm


Responder com Citação   

SEFREPE em 1 Mar 2017 - 19:45       
anos | Set 2014 | Mensagens: 591 | Catalão - GO
  
 

Imposto da Netflix? Cidades americanas querem cobrar mais de usuários

Não é de hoje que emissoras de TV a cabo reclamam do fato da Netflix “não pagar impostos”. E algumas cidades dos Estados Unidos estão dando ouvido às queixas – enquanto tentam achar uma forma de engordar os próprios cofres.

Segundo a CBS News a cidade de Pasadena, na Califórnia, anunciou uma taxa para os serviços de streaming. E apesar da medida ainda não ter sido implementada devido a oposição que enfrenta, outras 40 outras cidades do estado americano se inspiraram na mesma e passaram a prever a cobrança.

O futuro da taxa está indefinido, porém, uma vez que as leis federais estadunidenses não permitem que a internet seja taxada enquanto utilidade.

Vale lembrar que aqui no Brasil as emissoras de televisão tem feito queixas semelhantes, e que o Congresso Nacional estuda formas de cobrar pelos serviços de streaming.

https://observatoriodocinema.bol.uol.com.br/seri...-mais-de-usuarios


Responder com Citação   

1, 2  Próximo






Enviar Mensagens Novas: Proibído
Responder Tópicos Proibído
Editar Mensagens: Proibído
Excluir Mensagens: Proibído
Votar em Enquetes: Proibído






VCVIP
Usuário:  
Senha:  
Lembrar 
Cadastre-se!
Agora na TV revista eletronica
Vida no Alasca
11:24 - 11:48
Comic Book Men
11:30 - 12:00
Giada na Itália
11:30 - 12:00
Máquina Mortífera 2
10:55 - 12:55
Clube da Luta Animal
11:30 - 12:15
Mundosat
RGS
E shop Satelite

Compare no BuscapÉ



SIGA-NOS

Facebook   Twitter   Youtube

VCFAZ.TV NO CELULAR

App Android   Telegram

FALE CONOSCO

E-mail    Fórum Ajuda

ACESSO RÁPIDO

Na Televisão: Últimas Notícias |  Novelas |  Sinal Aberto |  Ao vivo |  Guia de TV
Colunas: Estreias |  Ubaldo |  FabioTV |  No Controle
Fóruns de Debate: Equipamentos |  Esportes |  Feeds |  NET Claro |  Oi |  On Demand |  Papo Aberto |  Política |  Promoções |  Satélite |  SKY |  Tech |  TV |  Vivo | 
Sobre o vcfaz.tv: Fale Conosco |  Parcerias |  Regras de Participação |  Ajuda | 
Powered by phpBB © 2001, 2002 phpBB Group