Vcfaz.tv
Moderador O Vcfaz está com inscrições abertas para novos moderadores e colaboradores. Veja aqui como fazer parte da equipe!
    Você está lendo um tópico
Novo Tópico Responder Mensagem 

Televisão   
TV paga tem poucos canais ativos no Brasil. A maioria não existe
As mensagens são de responsabilidade de seus autores.
Este tópico possui Mensagens 11 respostas e Visualizações 1204 visitas.
1, 2  Próximo


Ricardo em 17 Mar 2017 - 16:50       Administração
anos | Ago 2003 | Mensagens: 5525 | Pontes e Lacerda-MT
  
 


TV paga tem poucos canais ativos no Brasil. A maioria não existe

Fonte: https://tvefamosos.uol.com.br/colunas/flavio-ric...ia-nao-existe.htm

A TV paga sofreu outro duro golpe, em sua já triste realidade, a partir dos acontecimentos desta última semana que culminaram em um novo processo de esvaziamento da Turner no Brasil e a transferência de todo o seu processo de produção para a Argentina.

Dizer que a soma dos canais por assinatura já ocupa o segundo lugar de audiência, perdendo da Globo, mas se colocando à frente de Record, SBT e companhia bela, foi outra forma de se vender uma mentira ou mostrar, sabe Deus a quem, que a TV fechada é uma realidade a ser respeitada em nosso país. Bobagem.

A TV, aqui, depende exclusivamente do que as emissoras convencionais e algumas outras poucas, como as da Globosat, FOX, Discovery e a própria Turner realizam, excetuando-se aí os esportivos, jornalísticos e infantis.

O restante – cerca de 200 e tantos – não existe. Nem aparecem no mapa e só ganham alguma visibilidade quando têm seus nomes incluídos nos “vantajosos” pacotes das operadoras, montados apenas para diferenciar seus preços. A máscara caiu.


Responder com Citação    




mjbondioli em 17 Mar 2017 - 17:10       
anos | Jan 2017 | Mensagens: 417 | Pindamonhangaba - SP
  
 


Ricardo escreveu
TV paga tem poucos canais ativos no Brasil. A maioria não existe

Fonte: https://tvefamosos.uol.com.br/colunas/flavio-ric...ia-nao-existe.htm

A TV paga sofreu outro duro golpe, em sua já triste realidade, a partir dos acontecimentos desta última semana que culminaram em um novo processo de esvaziamento da Turner no Brasil e a transferência de todo o seu processo de produção para a Argentina.

Dizer que a soma dos canais por assinatura já ocupa o segundo lugar de audiência, perdendo da Globo, mas se colocando à frente de Record, SBT e companhia bela, foi outra forma de se vender uma mentira ou mostrar, sabe Deus a quem, que a TV fechada é uma realidade a ser respeitada em nosso país. Bobagem.

A TV, aqui, depende exclusivamente do que as emissoras convencionais e algumas outras poucas, como as da Globosat, FOX, Discovery e a própria Turner realizam, excetuando-se aí os esportivos, jornalísticos e infantis.

O restante – cerca de 200 e tantos – não existe. Nem aparecem no mapa e só ganham alguma visibilidade quando têm seus nomes incluídos nos “vantajosos” pacotes das operadoras, montados apenas para diferenciar seus preços. A máscara caiu.


Desculpe-me mas não entendi seus argumentos. Que canais ativos são esses e quem são esses 200 canais que não existem?


Responder com Citação    

Ricardo em 17 Mar 2017 - 17:34       Administração
anos | Ago 2003 | Mensagens: 5525 | Pontes e Lacerda-MT
  
 


mjbondioli, o texto é do Flavio Ricco.

Responder com Citação    

Paulo.es em 17 Mar 2017 - 18:04       
anos | Dez 2006 | Mensagens: 1071 | Vitória - ES
  
 


Citação
Desculpe-me mas não entendi seus argumentos. Que canais ativos são esses e quem são esses 200 canais que não existem?


Ele se refere a grande maioria dos canais pagos serem apenas retransmissões de algum sinal gerado fora daqui, direcionado igualmente pra toda américa latrina. A Turner, que ainda tinha escritório aqui, vai se estruturar na Argentina.
Restam alguns poucos que ainda tem alguma produção aqui, como a Fox, mas que basicamente são co-produções com canais abertos. Alguns até repetem programas de canais abertos.
Resumindo: Tirando os Globosats, temos uma tv paga do Paraguay


Responder com Citação    

mjbondioli em 17 Mar 2017 - 18:47       
anos | Jan 2017 | Mensagens: 417 | Pindamonhangaba - SP
  
 


Paulo.es escreveu
Citação
Desculpe-me mas não entendi seus argumentos. Que canais ativos são esses e quem são esses 200 canais que não existem?


Ele se refere a grande maioria dos canais pagos serem apenas retransmissões de algum sinal gerado fora daqui, direcionado igualmente pra toda américa latrina. A Turner, que ainda tinha escritório aqui, vai se estruturar na Argentina.
Restam alguns poucos que ainda tem alguma produção aqui, como a Fox, mas que basicamente são co-produções com canais abertos. Alguns até repetem programas de canais abertos.
Resumindo: Tirando os Globosats, temos uma tv paga do Paraguay


Mas a TV paga na maioria dos países europeus é a mesma coisa. Não entendo, o que o pessoal quer que a tv paga seje?

Nosso sistema de tv por assinatura nasceu de um serviço criado pelos americanos (a Directv) ou ingleses (Sky) para difundir seu material para o resto do mundo, adicionando-se um ou outro canal de programadoras locais. Para mim, não é nenhuma aberração esse sinal vir totalmente formatado de outro país, e apenas o consumirmos - foi justamente para isso que ele foi criado.

A lei que obrigava adicionar conteúdo nacional veio muito tempo depois e acabou desfigurando essa formatação original. Muitos odiaram, outros gostaram. E deu-se a sensação de que tínhamos uma tv por assinatura verde-amarela, quando na verdade é tudo maquiagem.


Responder com Citação    

Paulo.es em 17 Mar 2017 - 19:54       
anos | Dez 2006 | Mensagens: 1071 | Vitória - ES
  
 


Citação
Mas a TV paga na maioria dos países europeus é a mesma coisa. Não entendo, o que o pessoal quer que a tv paga seje?

Duvido que na Europa a tv paga seja tão americanizada, com tão pouca programação local de qualidade. Aliás, nem o diferencial da cultura europeia a nossa tv paga oferece. Bons tempos do Eurochannel, quando era programado aqui mesmo no Brasil.

A questão não é tanto a programação em si, mas como ela é oferecida. Não é de nossa cultura ter que assistir intervalos comerciais imensos, repetitivos, de 5 em 5 minutos. Os intermináveis "realities" que mostram o estilo de vida americano são entediantes e forçados. Sem falar as dublagens de péssima qualidade.

Porque realities como o Masterchef no Brasil tiveram que ser produzidos pela tv aberta, e não pelos canais pagos?
Porque, num país importante como o Brasil, as programadoras não tem canal programado aqui, pra se adaptar ao nosso estilo de exibição?

Nos moldes de hoje, a tv paga nunca vai se tornar importante no Brasil.

A internet e a Netflix só serviram pra dar o tiro de misericórdia.

As programadoras americanas só vão empurrando com a barriga, enquanto o povo ainda sustentar essa maneira barata de fazer tv.


Responder com Citação    

Lucasfrade em 17 Mar 2017 - 20:26       
anos | Fev 2005 | Mensagens: 3627 |
  
 


E como irão existir se tem programação genérica? Se pelo menos fossem temáticos, seria bem mais interessante.

Responder com Citação    

mjbondioli em 17 Mar 2017 - 21:07       
anos | Jan 2017 | Mensagens: 417 | Pindamonhangaba - SP
  
 


Paulo.es escreveu
Citação
Mas a TV paga na maioria dos países europeus é a mesma coisa. Não entendo, o que o pessoal quer que a tv paga seje?

Duvido que na Europa a tv paga seja tão americanizada, com tão pouca programação local de qualidade. Aliás, nem o diferencial da cultura europeia a nossa tv paga oferece. Bons tempos do Eurochannel, quando era programado aqui mesmo no Brasil.

A questão não é tanto a programação em si, mas como ela é oferecida. Não é de nossa cultura ter que assistir intervalos comerciais imensos, repetitivos, de 5 em 5 minutos. Os intermináveis "realities" que mostram o estilo de vida americano são entediantes e forçados. Sem falar as dublagens de péssima qualidade.

Porque realities como o Masterchef no Brasil tiveram que ser produzidos pela tv aberta, e não pelos canais pagos?
Porque, num país importante como o Brasil, as programadoras não tem canal programado aqui, pra se adaptar ao nosso estilo de exibição?

Nos moldes de hoje, a tv paga nunca vai se tornar importante no Brasil.

A internet e a Netflix só serviram pra dar o tiro de misericórdia.

As programadoras americanas só vão empurrando com a barriga, enquanto o povo ainda sustentar essa maneira barata de fazer tv.


Só por curiosidade, dei uma espiada nos pacotes disponíveis pela Sky italiana e pude perceber que tanto lá quanto aqui, a maioria dos canais tem origem nas programadoras americanas.

Um diferencial é que diferentemente do Brasil, a operadora também é programadora. Por exemplo, o que nos EUA ou América Latina são os canais HBO, lá são canais Sky Cinema, Sky Atlantic, etc.

Também diferentemente do Brasil, realities shows são servidos como PPV, como Masterchef, X-Factor, Italia's Got Talent, entre outros formatos conhecidos internacionalmente.

E finalmente, existem diversos canais italianos, culturais, de cinema, moda, documentário, etc, que até podem ser comparados com alguns canais Globosat, Band... ainda são tem uma diversificação maior. Como por exemplo, canais de mangá, música clássica, de times de futebol.

O que falta portanto ao Brasil é uma quantidade maior de programadoras, ou uma programadora, que forneça esse conteúdo de qualidade.

Transformar canais de séries em serviços on demand (streaming) é uma opção para que esses canais possam ser criados.

Infelizmente, os fornecedores tradicionais de tv (vulgo tv aberta) não possuem mais condições de criar tais canais, visto a crise com que se encontra o Brasil.

Talvez uma opção fosse essa da união entre SBT, Record e Rede TV em formar uma joint venture que fornecesse programação por assinatura.

De qualquer forma, o mau mau-caratismo monopolista da Globo nunca vai permitir que uma nova, e grande, programadora seja criada no Brasil, capaz de competir em pé de igualdade com ela.

Outro erro, a meu ver, foi essa lei de conteúdo audiovisual. Ela só fez mais mal do que bem à tv por assinatura. Pulverizou a produção nacional, na grande maioria de baixa qualidade, entre os canais já existentes, e assim fez a vontade da Globo para que uma possível concorrente nacional fosse minada - com a estagnação das produtoras em fornecer novos materiais.


Responder com Citação    

Kaique em 18 Mar 2017 - 21:03       
anos | Mai 2016 | Mensagens: 59 | Itabuna - BA
  
 


Temos conteúdo americano demais na tv , a maioria das programadoras são de lá (o problema aí é o exagero ....) por isso temos canais demais passando os mesmos filmes , ou o canal repetindo o filme. Nem um bloco de filmes , séries etc de outros países nesses canais há.... Por isso gostei da chegada da programadora europeia SPI Internacional no Brasil , pois ´pelo menos dará uma desafogada no excesso de canais americanos na grade (nao é problema nenhum ter , o problema é o excesso )

Há um excesso exagerado no número dos canais de filmes , há muito canal infantil e de esportes tb, mas enquanto deve ter uma média de 12 canais desses gêneros ,mas os canais de filmes devem ter uns 50 .... (e o pior nesse caso , além de ter exagerados canais de filmes , muitos sao iguais e como falei acima , quase não tem clássicos e nao tem filmes europeus asiáticos , da Austrália , África , etc ). O problema maior é o excesso de canais iguais. (O Sundance tv hd que tem na Sky no 268 q foge um pouco disso , pq só passa filmes independentes) Esses canais iguais demais que poderiam ser retirados ou melhorados.

Falta canais de clássicos , de turismo , de games , de música temática tipo o Vh1 Classic ou Mtv Dance , etc para desafogar o excesso de canais de filmes e tb dar uma variada na grade , já que hoje tem muitos canais iguais na tv .....


Responder com Citação    

mjbondioli em 18 Mar 2017 - 23:10       
anos | Jan 2017 | Mensagens: 417 | Pindamonhangaba - SP
  
 


Kaique escreveu
Temos conteúdo americano demais na tv , a maioria das programadoras são de lá (o problema aí é o exagero ....) por isso temos canais demais passando os mesmos filmes , ou o canal repetindo o filme. Nem um bloco de filmes , séries etc de outros países nesses canais há.... Por isso gostei da chegada da programadora europeia SPI Internacional no Brasil , pois ´pelo menos dará uma desafogada no excesso de canais americanos na grade (nao é problema nenhum ter , o problema é o excesso )

Há um excesso exagerado no número dos canais de filmes , há muito canal infantil e de esportes tb, mas enquanto deve ter uma média de 12 canais desses gêneros ,mas os canais de filmes devem ter uns 50 .... (e o pior nesse caso , além de ter exagerados canais de filmes , muitos sao iguais e como falei acima , quase não tem clássicos e nao tem filmes europeus asiáticos , da Austrália , África , etc ). O problema maior é o excesso de canais iguais. (O Sundance tv hd que tem na Sky no 268 q foge um pouco disso , pq só passa filmes independentes) Esses canais iguais demais que poderiam ser retirados ou melhorados.

Falta canais de clássicos , de turismo , de games , de música temática tipo o Vh1 Classic ou Mtv Dance , etc para desafogar o excesso de canais de filmes e tb dar uma variada na grade , já que hoje tem muitos canais iguais na tv .....


Alguns canais que poderiam muito bem serem mesclados:

- TBS e Space
- Disney e Disney XD
- Cartoon Network e Boomerang ou Boomerang e Tooncast e voltar a antiga programação do Boomerang, hoje mantida pelo Tooncast
- Fox e FX
- History e H2
- AXN e Sony

Canais que deveriam voltar:
- Animax (com uma programação mais próxima do Locomotion) - se bem que hoje temos o Cruchyroll...
- Retrô
- Eurochannel
- CMT (eu gosto de country? não! mas deveriam ter mais essa opção)
- MuchMusic
-


Responder com Citação    

1, 2  Próximo






Enviar Mensagens Novas: Proibído
Responder Tópicos Proibído
Editar Mensagens: Proibído
Excluir Mensagens: Proibído
Votar em Enquetes: Proibído






VCVIP
Usuário:  
Senha:  
Lembrar 
Cadastre-se!
Mundosat
E shop Satelite

Compare no BuscapÉ



SIGA-NOS

Facebook   Twitter   Youtube

VCFAZ.TV NO CELULAR

App Android   Telegram

FALE CONOSCO

E-mail    Fórum Ajuda

ACESSO RÁPIDO

Na Televisão: Últimas Notícias |  Novelas |  Guia de TV
Colunas: Agenda de estreias |  Entrevista |  FabioTV |  No Controle
Fóruns de Debate: Equipamentos |  Esportes |  Feeds |  NET Claro |  Oi |  On Demand |  Papo Aberto |  Política |  Promoções |  Satélite |  SKY |  Tech |  TV |  Vivo | 
Sobre o vcfaz.tv: Fale Conosco |  Parcerias |  Regras de Participação |  Ajuda | 
Powered by phpBB © 2001, 2002 phpBB Group