Você está lendo um tópico
Novo Tópico Responder Mensagem 

Papo Aberto   
Uma nova vida em Portugal, com dinheiro do Brasil
As mensagens são de responsabilidade de seus autores.
Este tópico possui Mensagens 15 respostas e Visualizações 1728 visitas.
1, 2  Próximo


Larry.Tate em 8/7/18, 9:22       
anos | Out 2007 | Mensagens: 2874 | São Paulo - SP
  
 

Busca pelo visto ‘golden’, voltado a empresários e investidores, pode ter transferido R$ 1,3 bilhão do Brasil para Portugal apenas em 2017

Fernando Scheller, O Estado de S. Paulo

08 Julho 2018 | 05h00

ENVIADO ESPECIAL / LISBOA - É fim da tarde de uma sexta-feira nos arredores de Lisboa. De sua casa em um condomínio fechado no estilo Alphaville, o empresário paranaense Aroldo Schultz, de 49 anos, despacha com os funcionários da sede da empresa de turismo que fundou há 31 anos, em Curitiba. Apesar de Schultz, a mulher, suas duas filhas e os cãezinhos Dior e Chanel viverem em Portugal desde 2014, o sustento da família vem do Brasil. Eles fazem parte de um contingente cada vez maior de brasileiros que mantêm seus negócios girando no País enquanto buscam uma vida mais tranquila em Portugal.

Apesar de Schultz e a mulher Andréa, de 42 anos, terem aberto um serviço de turismo em vans em Portugal, por enquanto, todo o dinheiro é proveniente dos negócios no Brasil. “O negócio em Portugal só se paga”, define Andréa. Depois de muito vaivém entre Curitiba e Lisboa, Schultz conseguiu reduzir a “ponte aérea” e toca a empresa pelo Skype. O casal é também exemplo de um tipo de imigrante que Portugal está buscando com afinco: gente com dinheiro para investir, seja em imóveis ou na abertura de negócios, e que está em busca da qualidade de vida oferecida por Portugal.

Schultz e Andréa obtiveram o visto “golden”, autorização de residência para investidores. Após terem sido feitos reféns em um assalto no condomínio de luxo em que viviam em Curitiba, decidiram empacotar tudo e tentar a vida em terras lusitanas em 2014. Como não se qualificam para a cidadania portuguesa por descendência, tiveram de desembolsar mais de ¤ 500 mil pela casa onde vivem, no Belas Clube de Campo, condomínio que inclui residências, edifícios de apartamentos e um campo de golfe, entre outras comodidades.

No ano passado, a concessão desses vistos rendeu mais de ¤ 1,6 bilhão ao governo português, que se abriu a imigrantes porque tem uma grande população idosa – cerca de 20% dos residentes têm 65 anos ou mais. Descontando as autorizações de residência aos dependentes, a cifra bilionária foi arrecadada com 1.292 permissões concedidas em 2017. Cada novo investidor em Portugal trouxe ao país ¤ 1,28 milhão, em média.

Embora o custo seja alto, Andrea e Schultz dizem que a decisão de deixar o Brasil é definitiva e vale a pena. “A gente aqui tem uma vida mais livre. Da última vez que fui a Curitiba, fui assaltado em uma farmácia”, lembra ele. A permanência, porém, não é livre de “soluços”, como a burocracia portuguesa – que, segundo Andrea, consegue ser ainda mais difícil de navegar do que a brasileira. Ela faz um alerta aos que estão de olho no visto “golden”: além de investir no imóvel, a família precisa ter condições de arcar com os custos de renovação da autorização de residência por cinco anos, que giram em cerca de €20 mil por pessoa.

Interesse. O Brasil é a segunda nação em obtenção de vistos “golden”, atrás apenas da China. Só no ano passado, 226 famílias brasileiras se transferiram do Brasil como investidores ou donos de imóveis – ao custo unitário de ¤ 1,28 milhão, isso significa a transferência direta de ¤ 289 milhões (cerca de R$ 1,3 bilhão) a Portugal. Em dois anos, a concessão desse tipo de visto a brasileiros disparou 340%.

O visto “golden” está longe de refletir o atual ciclo migratório do Brasil para Portugal. Isso porque o investidor que tem cidadania europeia não entra nessa estatística. É o caso do empresário Manoel Barbosa, nascido em Londrina (PR), mas com passaporte suíço.

Dono da Rota Oeste, uma das maiores redes de concessionárias do Centro-Oeste, ele vive hoje com a mulher e os três filhos no bairro lisboeta de Belém. Enquanto a família permanece em Portugal, Barbosa, de 46 anos, divide-se entre os dois países para cuidar dos negócios.

“São Paulo me expulsou do Brasil”, diz o empresário, em referência à cidade onde morava antes de se transferir a Portugal, em 2016. “Não estava satisfeito com a qualidade de vida, com o trânsito e a insegurança.” Em 30 dias, a família se organizou para ficar entre 18 e 24 meses na Europa. Após esse período de “experiência”, numa casa alugada em Cascais, balneário de luxo, Barbosa decidiu fincar raízes. Comprou uma casa em Belém e agora vê a permanência em Portugal como definitiva.

Por enquanto, o sustento da família vem do Brasil. Barbosa já fez uma tentativa de abrir uma empresa em Portugal, mas o projeto não foi adiante. Ele vai, porém, ampliar o leque de investimentos imobiliários. No dia em que conversou com o Estado, o londrinense reservou dois apartamentos – um de quatro quartos e outro de dois – no projeto Unique Belém, localizado ao lado do palácio do governo português.

Os dois apartamentos, que o empresário ainda não decidiu se usará como moradia – caso a família se transfira para o edifício, eles serão transformados em um –, custarão cerca de ¤ 1,5 milhão. O Unique Belém tem uma corretora dedicada a atender os brasileiros de passagem por Lisboa. Os apartamentos partem de ¤ 500 mil (R$ 2,3 milhões), segundo a diretora de vendas da incorporadora Casa em Portugal, Lisette de Almeida, justamente a cifra mínima para obtenção do visto golden.

Câmbio. As empresas que fazem a corte aos endinheirados brasileiros, no entanto, começam a se preocupar com a desvalorização do real nesse momento de tensão pré-eleições. Enquanto empresários de maior porte, como Barbosa, continuam a fazer investimentos apesar do euro a R$ 4,60, bolsos menos fundos já começam a adiar a decisão de morar em Portugal. O casal Schultz, que chegou em 2014, acredita que se deu bem ao vir para Portugal antes do início da atual “onda” de imigração. “Se a gente não tivesse comprado a casa lá atrás, não sei se conseguiríamos comprar hoje”, diz Andréa.

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,u...rasil,70002393778


Responder com Citação   




CRISPIM em 8/7/18, 9:33       Moderação
anos | Fev 2006 | Mensagens: 8569 | Itajaí - SC
  
 

Tem muitos Brasileiros que vivem no exterior, após ficar ricos, e manter seus negócios no Brasil com um CEO (diretor executivo).

Pior é os que ficam em Brasília, estados e município e muitos roubando o dinheiro destinados a área social e infraestruturas do País. Isto á mais grave, a corrupção e pior ainda: temos um STF pior que os corruptos.


Sorriso amarelo


Responder com Citação   

Larry.Tate em 8/7/18, 9:42       
anos | Out 2007 | Mensagens: 2874 | São Paulo - SP
  
 

É o que sempre digo, quem sai do Brasil é aquele que tem mais iniciativa, como empresários por exemplo.

Enquanto o pais não se estabilizar novamente vai continuar assim.

O problema é que as perspectivas no horizonte são péssimas, agora fala-se que Ciro Gomes ou Fernando Haddad será o próximo presidente. Se um desses dois for eleito o Brasil quebra de vez.


Responder com Citação   

[email protected]é em 8/7/18, 10:35       
anos | Ago 2012 | Mensagens: 1002 | São Paulo - SP
  
 

Larry.Tate escreveu
É o que sempre digo, quem sai do Brasil é aquele que tem mais iniciativa, como empresários por exemplo.

Enquanto o pais não se estabilizar novamente vai continuar assim.

O problema é que as perspectivas no horizonte são péssimas, agora fala-se que Ciro Gomes ou Fernando Haddad será o próximo presidente. Se um desses dois for eleito o Brasil quebra de vez.


Prefiro eles do que o Bolsonaro. Suspeito


Responder com Citação   

Larry.Tate em 8/7/18, 10:52       
anos | Out 2007 | Mensagens: 2874 | São Paulo - SP
  
 

[email protected]é escreveu
Larry.Tate escreveu
É o que sempre digo, quem sai do Brasil é aquele que tem mais iniciativa, como empresários por exemplo.

Enquanto o pais não se estabilizar novamente vai continuar assim.

O problema é que as perspectivas no horizonte são péssimas, agora fala-se que Ciro Gomes ou Fernando Haddad será o próximo presidente. Se um desses dois for eleito o Brasil quebra de vez.


Prefiro eles do que o Bolsonaro. Suspeito


Eu já prefiro que os empresários continuem no Brasil.
Ciro Gomes e Fernando Haddad (o pior prefeito que São Paulo já teve) afundarão de vez o Brasil.

Não quero nenhum dos três, mas se sobrar o Bolsonaro no segundo turno vou de Bolsonaro mesmo.


Responder com Citação   

sorayaprado em 8/7/18, 11:24       
anos | Abr 2017 | Mensagens: 105 | São Paulo - SP
  
 

Quem vota para os mesmos, não querem mudança. E outra, tem alguns que dizem que o Bolsonaro não tem experiência. A Dilma tinha? Não. Olha a merda que ela deixou. Então, não se pode julgar antes. Eu julgo após o mandato. Lula e Dilma foram uma merda. Tem uns esquerdistas que dizem que o dinheiro tem que ser dividido e eu perguntei, você divide o seu? Sabe a resposta da vagabundo? Não trabalho. Tem 58 anos e vive com o pai e a mãe que o sustenta. Como mudar um país tendo pessoas que pensam assim. Aí os empresário, vão embora.

Responder com Citação   

leco em 8/7/18, 13:48       
anos | Abr 2006 | Mensagens: 1287 | Curitibanos - SC
  
 

sorayaprado escreveu
Quem vota para os mesmos, não querem mudança. E outra, tem alguns que dizem que o Bolsonaro não tem experiência. A Dilma tinha? Não. Olha a merda que ela deixou. Então, não se pode julgar antes. Eu julgo após o mandato. Lula e Dilma foram uma merda. Tem uns esquerdistas que dizem que o dinheiro tem que ser dividido e eu perguntei, você divide o seu? Sabe a resposta da vagabundo? Não trabalho. Tem 58 anos e vive com o pai e a mãe que o sustenta. Como mudar um país tendo pessoas que pensam assim. Aí os empresário, vão embora.

Há muito a discordar nessa sua colocação. Primeiro que se já erramos muito, Bolsonaro nem seria algum tipo da alternativa visto que é parte da velha política, que nada fez de significativo como parlamentar, fez fortuna como os outros, e ganhou notoriedade em cima do momento polêmico, se mostra despreparado sob todos os pontos de vista, inclusive comportamental.
Depois essa situação que perdura no País ,que ganhou corpo nos anos 70, não teve origem na Esquerda. Foi a direita que semeou o caos, e o único ensaio de liberdade e progresso foi entre 2001 e 2012 após o país ser entregue a falência no fim do mandato de FHC. Não foi o roubo costumaz todos os governos , nem Copa , nem Olimpíada que fez voltarmos ao caos, e sim um golpe que impediu a recuperação, destituindo um governo legítimo ao mesmo tempo que somos entregues ao liberalismo do mercado ,perda da soberania, a destruição da base educacional e toda bandalheira que vemos atualmente , mas que atribuímos como herança do PT porque os formadores de opinião assim dizem


Responder com Citação   

waltersandes em 8/7/18, 14:27       
anos | Fev 2006 | Mensagens: 2024 | São Paulo - SP
  
 

sorayaprado escreveu
Quem vota para os mesmos, não querem mudança. E outra, tem alguns que dizem que o Bolsonaro não tem experiência. A Dilma tinha? Não. Olha a merda que ela deixou. Então, não se pode julgar antes. Eu julgo após o mandato. Lula e Dilma foram uma merda. Tem uns esquerdistas que dizem que o dinheiro tem que ser dividido e eu perguntei, você divide o seu? Sabe a resposta da vagabundo? Não trabalho. Tem 58 anos e vive com o pai e a mãe que o sustenta. Como mudar um país tendo pessoas que pensam assim. Aí os empresário, vão embora.


leco escreveu
Foi a direita que semeou o caos, e o único ensaio de liberdade e progresso foi entre 2001 e 2012 após o país ser entregue a falência no fim do mandato de FHC. Não foi o roubo costumaz todos os governos , nem Copa , nem Olimpíada que fez voltarmos ao caos, e sim um golpe que impediu a recuperação, destituindo um governo legítimo ao mesmo tempo que somos entregues ao liberalismo do mercado ,perda da soberania, a destruição da base educacional e toda bandalheira que vemos atualmente , mas que atribuímos como herança do PT porque os formadores de opinião assim dizem


Parabéns sorayaprado. Concordo contigo em tudo. Parabéns!!!

A direita fez o quê??? Ensaio do quê??? País entregue à falência??? Que falência??? Que golpe???
Quem aplicou golpe em quem???

Inacreditável como tem gente cega nesta país. Vive num mundo de ilusão. Mundo do faz de conta.
Os esquerdistas dizem assim: Um pra você, dois pra mim, um pra você, dois pra mim.

A sorayaprado só falou a verdade e mais nada. Só isso...
Quem quer o Lula e a esquerda no Poder, mude-se pra Cuba, pra Venezuela, para a Coréia do Norte. Lá eles adoram uma esquerda onde só eles mandam, e todos obedecem.


Walter


Responder com Citação   

[email protected]é em 8/7/18, 18:17       
anos | Ago 2012 | Mensagens: 1002 | São Paulo - SP
  
 

Larry.Tate escreveu
[email protected]é escreveu
Larry.Tate escreveu
É o que sempre digo, quem sai do Brasil é aquele que tem mais iniciativa, como empresários por exemplo.

Enquanto o pais não se estabilizar novamente vai continuar assim.

O problema é que as perspectivas no horizonte são péssimas, agora fala-se que Ciro Gomes ou Fernando Haddad será o próximo presidente. Se um desses dois for eleito o Brasil quebra de vez.


Prefiro eles do que o Bolsonaro. Suspeito


Eu já prefiro que os empresários continuem no Brasil.
Ciro Gomes e Fernando Haddad (o pior prefeito que São Paulo já teve) afundarão de vez o Brasil.

Não quero nenhum dos três, mas se sobrar o Bolsonaro no segundo turno vou de Bolsonaro mesmo.


Correção, o pior prefeito de São Paulo de todos os tempos se chama João Dória, um oportunista que não fez nada pela cidade, ainda bem que saiu, e que não vire Governador. Sorriso amarelo


Responder com Citação   

Larry.Tate em 8/7/18, 18:25       
anos | Out 2007 | Mensagens: 2874 | São Paulo - SP
  
 

[email protected]é escreveu
Larry.Tate escreveu
[email protected]é escreveu
Larry.Tate escreveu
É o que sempre digo, quem sai do Brasil é aquele que tem mais iniciativa, como empresários por exemplo.

Enquanto o pais não se estabilizar novamente vai continuar assim.

O problema é que as perspectivas no horizonte são péssimas, agora fala-se que Ciro Gomes ou Fernando Haddad será o próximo presidente. Se um desses dois for eleito o Brasil quebra de vez.


Prefiro eles do que o Bolsonaro. Suspeito


Eu já prefiro que os empresários continuem no Brasil.
Ciro Gomes e Fernando Haddad (o pior prefeito que São Paulo já teve) afundarão de vez o Brasil.

Não quero nenhum dos três, mas se sobrar o Bolsonaro no segundo turno vou de Bolsonaro mesmo.


Correção, o pior prefeito de São Paulo de todos os tempos se chama João Dória, um oportunista que não fez nada pela cidade, ainda bem que saiu, e que não vire Governador. Sorriso amarelo


João Dória não ficou o suficiente para ser tão ruim quanto o Haddad foi.
Nenhum dos dois prestou, mas sem sombra de dúvidas o pior mesmo foi o Jaiminho.

Mas o Dória fez algo de bom, deixo o Bruno Covas que está se saindo muito bem, haja vista a atuação dele durante a greve dos caminhoneiros.


Responder com Citação   

1, 2  Próximo






Enviar Mensagens Novas: Proibído
Responder Tópicos Proibído
Editar Mensagens: Proibído
Excluir Mensagens: Proibído
Votar em Enquetes: Proibído




VCVIP
Usuário:  
Senha:  
Lembrar 
Cadastre-se!
Agora na TV revista eletronica
Pecados Mortais
04:02 - 04:51
Acima do Limite: Dia..
04:26 - 04:49
As Trapalhadas de Fl..
04:41 - 04:59
Docinho da América
02:50 - 05:40

 
Sinal aberto
Cinemax
14/09 a 23/09
SKY Pré-pago
Comedy Central
17/09 a 28/09
Vivo
Cinemax
14/09 a 29/09
Vivo
FOX Premium 1 e 2
27/09 a 1/10
Principais operadoras
E!
28/09 a 7/10
SKY Pré-pago

RGS
E shop Satelite

SIGA-NOS

Facebook   Twitter   Youtube

VCFAZ.TV NO CELULAR

App Android   Telegram

FALE CONOSCO

E-mail    Fórum Ajuda

ACESSO RÁPIDO

Na Televisão: Últimas Notícias |  Novelas |  Sinal Aberto |  TV Ao vivo |  Guia de TV
Colunas: Estreias |  Ubaldo |  FabioTV |  Cinema
Fóruns de Debate: Equipamentos |  Esportes |  Feeds |  Filmes e Séries |  NET Claro |  Oi |  Papo Aberto |  Política |  Promoções |  Satélite |  SKY |  TV |  Vivo | 
Sobre o Vcfaz: Fale Conosco |  Parcerias |  Regras de Participação |  Ajuda | 

Powered by phpBB © 2001, 2002 phpBB Group