Você está lendo um tópico
Novo Tópico Responder Mensagem 

Televisão   
A TV pifou? Entenda o que é a obsolescência programada
As mensagens são de responsabilidade de seus autores.
Este tópico possui Mensagens 16 respostas e Visualizações 2329 visitas.
1, 2  Próximo


Ricardo em 8/7/18, 21:32       Administração
anos | Ago 2003 | Mensagens: 6758 | Pontes e Lacerda - MT
  
 

A TV pifou? Entenda o que é a obsolescência programada

Fonte: https://portal.comunique-se.com.br/o-que-e-a-obs...-programada/?info

Você se empolga com o clima de Copa do Mundo e decide reunir a torcida em casa, mas a tevê de última geração, comprada há cerca de dois anos, pifa justamente na hora dos pênaltis. Calma, nem tudo está perdido e você pode inclusive ter o direito a um novo televisor, mesmo se já tiver passado o prazo de garantia. Isso porque pode se tratar de um caso de obsolescência programada.

Esse termo, aparentemente difícil, diz respeito ao lançamento intencional de produtos planejados para ter baixa durabilidade, ou seja, parar de funcionar num prazo inferior ao mínimo considerável razoável. A obsolescência programada é uma tática destinada a manter a necessidade de consumo e obriga a substituição de produtos, precocemente obsoletos, por novos.

Essa prática é ilegal em vários aspectos. Quem explica melhor é o vice-presidente da Comissão de Direito do Consumidor da OAB Distrito Federal, Vinícius Fonseca.

“Fere em vários pontos o Código de Defesa do Consumidor. Então nós temos as questões referentes a práticas abusivas, relativas à oferta e publicidade, que pode ter aí uma questão enganosa, assim como as questões de boa fé”.

Os eletro eletrônicos estão entre os exemplos mais comuns de obsolescência programada. Esses produtos costumam funcionar bem durante a garantia, em geral de um ano. Depois, no entanto, surgem defeitos, como smart TVs que deixam de suportar atualizações e chegam a perder conexão com a internet, ou notebooks com superaquecimento e bateria que não segura carga.

Mas como fazer para não ficar no prejuízo? Primeiro, o consumidor deve tentar resolver o problema direto com a empresa. Caso não consiga a reparação, pode recorrer ao Procon, pelo 151, ou ainda a um tribunal de pequenas causas.

O especialista Vinícius Fonseca lembra também da possibilidade de uma ação judicial para vários consumidores com problema em comum a respeito de determinado produto, após algum tempo de uso.

“Os consumidores, de maneira geral, defendidos pelo Ministério Público, ou então numa ação pela OAB; a gente tem a possibilidade de uma Ação Civil Pública. Seria um caso em que a gente poderia pleitear, por exemplo um recall, quando a gente percebe que uma linha de produção foi colocada no mercado apresentando problema”.

Portanto, fique atento e exija seus direitos antes de ceder a essa estratégia de mercado, que tenta motivar o descarte de produtos com pouco tempo de uso. Até o meio ambiente vai agradecer, pois o ritmo de consumo atualmente ultrapassa em 30% a capacidade do planeta de reposição de recursos naturais.


Responder com Citação   




CRISPIM em 8/7/18, 21:39       Moderação
anos | Fev 2006 | Mensagens: 8883 | Itajaí - SC
  
 

Estes produtos importados e revendidos legalmente nas Lojas, sem problema e possível evitar o prejuízo.
Mas o País tem um enorme prejuízo com produtos importados da China e outros países sem nenhuma garantia ou ressarcimento de troca. E com isso gera muitos desempregos nas industrias.

Abs.


Responder com Citação   

marcelocentroserra em 8/7/18, 22:41       
anos | Out 2004 | Mensagens: 349 | Sobradinho - RS
  
 

Ja levei dois tufos. Um bluRay por falta de suporte e um gravador de DVD de mesa por falta de assistencia. Uma marca consagrada no mercado. Ambos comprados com nota fiscal.

Responder com Citação   

Fabio DG em 9/7/18, 9:36       
anos | Dez 2016 | Mensagens: 472 | Ipanema - MG
  
 

Nesse pais onde os corruptos são idolatrados e onde com uma canetada de um desembargador coloca eles nas ruas, imagina-se a indústria de produtos eletrônicos: uma verdadeira máfia. Os aparelhos são sim programados de forma intencional para durar pouco tempo, principalmente as tvs smart. Depois de dois anos, não faz mais atualização, os aplicativos não abrem para assim obrigar o consumidor a adquirir o modelo mais novo. Veja a Samsung por exemplo, disponibilizou o aplicativo do Sportv 4k, mas para televisores fabricados a partir de 2016, ou seja as tvs de 2015 já estão ultrapassadas para eles. Fazem isso também com smartphones , enfim uma máfia e o consumidor cai fácil nestas armadilhas.

Responder com Citação   

Larry.Tate em 9/7/18, 10:52       
anos | Out 2007 | Mensagens: 3011 | São Paulo - SP
  
 

Fabio DG escreveu
Nesse pais onde os corruptos são idolatrados e onde com uma canetada de um desembargador coloca eles nas ruas, imagina-se a indústria de produtos eletrônicos: uma verdadeira máfia. Os aparelhos são sim programados de forma intencional para durar pouco tempo, principalmente as tvs smart. Depois de dois anos, não faz mais atualização, os aplicativos não abrem para assim obrigar o consumidor a adquirir o modelo mais novo. Veja a Samsung por exemplo, disponibilizou o aplicativo do Sportv 4k, mas para televisores fabricados a partir de 2016, ou seja as tvs de 2015 já estão ultrapassadas para eles. Fazem isso também com smartphones , enfim uma máfia e o consumidor cai fácil nestas armadilhas.


A atualização de software foi um ponto interessante que você tocou.
Mesmo minha TV já tendo quase seis anos de idade e continuando como nova o Youtube foi descontinuado da TV. Não que eu o usasse, pois o Youtube da minha TV era muito lento e de uso complicado, mas era uma ferramenta a mais que a TV tinha quando eu a comprei. Era um chamariz.

De qualquer forma creio que devido às mudanças constantes de tecnologia nem tudo seja possível ou economicamente viável de ser feito, talvez se a TV já tivesse tecnologia embutida suficiente para 10 anos de atualização eu não teria tido condições de compra-la na época.


Responder com Citação   

mjbondioli em 9/7/18, 11:55       
anos | Jan 2017 | Mensagens: 874 | Pindamonhangaba - SP
  
 

Nada mais é feito para durar. O pessoal tem de se conformar isso não vai mudar, a não ser que os produtos fiquem mais caros. E a obsolescência programado não é algo novo. Começou no início do século 20 com as lâmpadas, que passaram a durar bem menos do que as primeiras que foram produzidas.

Responder com Citação   

waltersandes em 9/7/18, 14:26       
anos | Fev 2006 | Mensagens: 2090 | São Paulo - SP
  
 

mjbondioli escreveu
Nada mais é feito para durar. O pessoal tem de se conformar isso não vai mudar, a não ser que os produtos fiquem mais caros. E a obsolescência programado não é algo novo. Começou no início do século 20 com as lâmpadas, que passaram a durar bem menos do que as primeiras que foram produzidas.


Exatamente. Foi-se o tempo em que os produtos eram feitos para durar anos.
Hoje, o engenheiro que projetar um produto dentro da empresa, e que for feito para durar anos, 5, 10 anos ou mais, ele será demitido.

Vejam o meu celular smartphone. Está com o Android 7.0 instalado. E vai morrer com ele, mesmo tendo capacidade de suportar a versão nova 8.0.

O Google não vendeu a versão 8.0 do Android para celulares que já estão no mercado, mesmo tendo capacidade de processamento para recebê-lo. Quer a versão nova?? Compre outro celular novo.

Aqui temos TVs de tubo de 20 anos atrás e funcionando até hoje. Não tem nada, não tem Wi-Fi, não é SmarTV, não é alta definição, não faz nem 1/10 do que as novas TVs fazem, mas é Durável.

TVs de tela fina e SmarTVs se durarem 5 anos, deem-se por satisfeitos.
É só se lembrar dos engenheiros que estão empregados nestas empresas.
Faça um produto que dure muitos anos e ele vai ser transferido no mínimo para o Almoxarifado ou para o Serviço de Cozinha, servindo cafezinho, no máximo demitido.

Abs,
Walter - thumbright


Responder com Citação   

marcelocentroserra em 9/7/18, 14:59       
anos | Out 2004 | Mensagens: 349 | Sobradinho - RS
  
 

...enquanto isso, não perde a validade os receptores analógicos. Vira ano, troca satélite, e segue firme e forte por aqui um jurrássico Tecsat com ótimo seletor de imagem, e um Century com ótimo turner de som.

Responder com Citação   

RockyRei em 9/7/18, 15:01       
anos | Out 2007 | Mensagens: 488 | Porto Alegre - RS
  
 

Já fui vítima dessa situação.

A última TV que comprei era maravilhosamente boa.

Mas não chegou aos cinco anos de uso!

E o pior é que, ao procurar novas opções, não encontrei uma tão boa quanto a "antiga".


Responder com Citação   

Xitaum em 9/7/18, 16:33       
anos | Ago 2009 | Mensagens: 101 | São Sebastião do Caí - RS
  
 

heheheh
Eu tive uma Smartv da Philips adquirida para a copa de 2014 que estragou a placa central exatamente uma semana após acabar a garantia!!! Se fosse programado isso eu acho que não dava tão certo (pro fabricante)...


Responder com Citação   

1, 2  Próximo






Enviar Mensagens Novas: Proibído
Responder Tópicos Proibído
Editar Mensagens: Proibído
Excluir Mensagens: Proibído
Votar em Enquetes: Proibído




VCVIP
Usuário:  
Senha:  
Lembrar 
Cadastre-se!
Agora na TV revista eletronica
Além da Morte
19:05 - 21:00
Jornal da Band
20:30 - 21:30
Praça Paris
19:35 - 21:30
Eu, A Patroa e as Cr..
20:25 - 20:55

 
Sinal aberto
Fish TV
12/11 a 30/11
Oi
Dog TV
15/11 a 1/12
NET
TNT Series
7/12 a 17/12
SKY

RGS
E shop Satelite

SIGA-NOS

Facebook   Twitter   Youtube

VCFAZ.TV NO CELULAR

App Android   Telegram

FALE CONOSCO

E-mail    Fórum Ajuda

ACESSO RÁPIDO

Na Televisão: Últimas Notícias |  Novelas |  Sinal Aberto |  TV Ao vivo |  Guia de TV
Colunas: Estreias |  Ubaldo |  FabioTV |  Cinema
Fóruns de Debate: Equipamentos |  Esportes |  Feeds |  Filmes e Séries |  NET Claro |  Oi |  Papo Aberto |  Política |  Promoções |  Satélite |  SKY |  TV |  Vivo | 
Sobre o Vcfaz: Fale Conosco |  Parcerias |  Regras de Participação |  Ajuda | 

Powered by phpBB © 2001, 2002 phpBB Group