Você está lendo um tópico
Novo Tópico Responder Mensagem 

Forum
Papo Aberto   
Jean Wyllys diz que desistiu de mandato e vai deixar Brasil após ameaças
As mensagens são de responsabilidade de seus autores.
Este tópico possui Mensagens respostas e Visualizações visitas.
Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7


Ademir, 30/1/19, 6:57       
anos | Abr 2008 | Mensagens: 5498 | Paranavaí - PR
     

Jean Wyllys relata novas ameaças a Sergio Moro

Mesmo depois de abrir mão do mandato, deputado continua recebendo mensagens intimidadoras

O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), que foi reeleito mas decidiu abrir mão do mandato e viver fora do Brasil depois de receber ameaças de morte, enviou um ofício ao ministro da Justiça, Sergio Moro, afirmando que elas voltaram a se repetir.

Por meio de sua assessoria, o parlamentar afirmou que recebeu duas mensagens, no sábado (26) e na segunda (28), em seu email institucional.

Nelas, uma pessoa que usa o nome de Emerson Eduardo Rodrigues Setim diz planejar o assassinato de familiares de Jean Wyllys.

Para a surpresa e maior temor do deputado, o texto foi enviado para os emails familiares dele.

"Isto não é uma bravata, é só um aviso", diz a mensagem. "Foram colocados três sicários ao serviço de nossa corporação Comando Virtual Macelo Valle. Dado como objetivo, fora solicitado a eliminação de três alvos de forma não consecutiva".

Em seguida, são citados irmãos do parlamentar e os números de seus respectivos documentos.

"O Jean pode estar exilado na Europa, 'seguro', mas não podemos dizer o mesmo de vocês", finaliza o

autor da ameaça.

O nome que batiza a corporação citada no email é o de um criminoso que já foi preso e que anteriormente já tinha feito ameaças ao deputado do PSOL.

A assessoria de Wyllys pede a Moro que, "dada a gravidade das mensagens, especialmente consideradas em um contexto onde o parlamentar se viu obrigado a sair do Brasil para preservar a própria integridade física", seja efetivada "a imediata apuração desses e dos demais episódios e ameaças a que o deputado Jean Wyllys vem sendo violentamente submetido".

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2019/01/jean-wylly s-relata-novas-ameacas-a-sergio-moro.shtml


Responder com Citação   




Antenor, 30/1/19, 7:14       
anos | Jun 2012 | Mensagens: 2989 | São Paulo - SP
     

Exagero que deve mesmo ser apurado.

Responder com Citação   

Ademir, 30/1/19, 7:28       
anos | Abr 2008 | Mensagens: 5498 | Paranavaí - PR
     

Citação
Antenor, Exagero que deve mesmo ser apurado.


Penso que enquanto as ameaças ficaram restritas a ele, ele suportou.

Mas se estenderam a MÃE, que deve ser idosa e a demais familiares.

O que ele iria fazer? Arriscar a integridade da família?

Tem muita gente doente espalhada por ai.

Ele fez o certo!


Responder com Citação   

mauro_directv, 30/1/19, 7:29       
anos | Abr 2008 | Mensagens: 3018 | Foz do Iguaçu - PR
     

1 - Que tipo de pessoa usa a palavra sicário?

2 - Jean se salvou mas abandonou a família.


Responder com Citação   

Ademir, 30/1/19, 7:36       
anos | Abr 2008 | Mensagens: 5498 | Paranavaí - PR
     

Citação
mauro_directv, 2 - Jean se salvou mas abandonou a família.


Penso que ele acreditou que o "problema" era com ele, e se ele abrisse mão do mandato, as ameaças parariam, inclusive a família.

Mas como eu disse, tem muita gente doente por ai.


Responder com Citação   

Marcos R Salvi, 30/1/19, 8:34       
anos | Ago 2014 | Mensagens: 557 | Videira - SC
     

Ademir escreveu
Citação
mauro_directv, 2 - Jean se salvou mas abandonou a família.


Penso que ele acreditou que o "problema" era com ele, e se ele abrisse mão do mandato, as ameaças parariam, inclusive a família.

Mas como eu disse, tem muita gente doente por ai.

Olha...ai tem coisa
Ele sendo parlamentar tem direiro a segurança, bem como a familia, leva eles pra Brasilia e todos ficam seguros.
Ta tudo muito estranho.
Vamos aguardar cenas dos proximos capitulos


Responder com Citação   

Rafa!, 18/2/19, 19:18       
anos | Mai 2006 | Mensagens: 3586 | São Paulo - SP
     

Em Berlim, Jean Wyllys diz que recusou asilo político da França e quer ficar na Alemanha

Em entrevista coletiva em Berlim, nesta segunda-feira (18), o ex-deputado federal do Psol, Jean Wyllys, revelou que está morando na capital alemã, onde pretende procurar uma bolsa para doutorado. Ele disse que está vivendo com ajuda de amigos e não tem onde morar.

No mês passado, Wyllys anunciou que, por causa de ameaças de morte contra ele e sua família, desistia de assumir o que seria seu terceiro mandato consecutivo na Câmara dos Deputados e estava deixando o Brasil. O ex-deputado apareceu pela primeira vez em público depois que deixou o país, ao comparecer à sessão do filme brasileiro Marighella no Festival de Cinema de Berlim, na sexta-feira (15).

Na entrevista de hoje, Wyllys fez duras críticas à política de segurança do atual governo, taxando-a como uma tentativa de legalizar assassinatos cometidos contra minorias e um primeiro passo para uma futura repressão à oposição.

“Minha vida ainda está se assentando. Estou em Berlim, não tenho moradia, conto com ajuda de amigos. Ainda não tenho um novo trabalho. Provavelmente vou me inscrever em um programa de doutorado, para fazer doutorado. Existem conversas com instituições que podem me receber como pesquisador, como professor visitante. Existem conversas com diferentes instituições mas ainda não há nada acertado”, declarou.

Ele afirmou que teve oferta de asilo político pelo governo francês, mas que não pretende aceitar. “O asilo político é um instituto que demora um tempo. Há outras pessoas que precisam de asilo político. Para mim, permanecer aqui com um visto de estudante ou pesquisador é muito melhor do que um asilo político.”

“Esse é o nível do presidente do Brasil”

Wyllys afirmou que recebeu como uma confirmação de sua decisão de deixar o Brasil a reação do presidente Jair Bolsonaro, cuja mensagem no Twitter dizendo ser aquele “um grande dia” poucas horas depois do anúncio do parlamentar que deixava o país, foi associada a um gesto de comemoração.

“Ele e seu filho, o “Zero Dois” (o senador Flávio Bolsonaro), comemoraram nas redes sociais. Esse é o nível do presidente do Brasil”, frisou. “Não basta ser um energúmeno, um incompetente, uma pessoa que esteve 30 anos no Parlamento e não produziu nada”, disse. “Não basta ser um imbecil e incompetente que nada sabe sobre economia, políticas de saúde, educação, moradia e infraestrutura. Tem que ser esse debochado, esse moleque que trata a democracia dessa maneira. Ele só confirmou a minha decisão, só me deu razão de que, de fato, o Brasil não era mais o lugar para mim”, afirmou Wyllys.

O ex-parlamentar disse que o vice-presidente é um integrante do governo que teve uma reação “moderada” e “lúcida” em relação ao caso. O general Hamilton Mourão afirmou que a ameaça a um parlamentar é um crime à democracia, em referência à decisão de Wyllys.

“Chegamos a um ponto no Brasil em que consideramos o general Hamilton Mourão, com um histórico de extrema direita, como moderado. A que ponto chegamos?” afirmou. “Ele é um militar de extrema direita, mas ainda consegue ser minimamente moderado, lúcido, diante do sujeito que é hoje presidente da República e que comemorou a saída de um deputado por conta de ameaças de morte”, disse.

“Um presidente deve cuidar da população de seu país. Depois de eleito, ele é responsável pela população. Mas esse sujeito ainda não age como presidente da República. Ele continua agindo como se ainda estivesse em campanha. Tratando as 40 milhões de pessoas que não lhe deram votos, que votaram nos outros candidatos, como inimigos”, lamentou Wyllys.

https://www.msn.com/pt-br/noticias/politica/em-berlim-jean-wyllys-diz- que-recusou-asilo-pol%C3%ADtico-da-fran%C3%A7a-e-quer-ficar-na-alemanh a/ar-BBTKOXD?li=AAggXC1&fbclid=IwAR2jRqGENxC1sQxu4Sc05OYxUkY8zLUiXNqP4 tQXw4HpyxC8l6_1I0D12rY


Responder com Citação   

Marcos R Salvi, 18/2/19, 19:28       
anos | Ago 2014 | Mensagens: 557 | Videira - SC
     

Esse vai ser o trabalho dele, se vitimizar e difamar tudo e todos no governo.
Alguem tinha alguma duvida sobre isso?
Eu não, falei no dia que ele tinha feito anuncio que não assumiria e iria embora do pais.


Responder com Citação   

leco, 18/2/19, 19:33       
anos | Abr 2006 | Mensagens: 2205 | Curitibanos - SC
     

O problema do Brasil e de Bolsonaro neste momento , se chama Bebianno, não Jean Willys

Responder com Citação   

CRISPIM, 18/2/19, 21:30       Moderação
anos | Fev 2006 | Mensagens: 9462 | Itajaí - SC
     

Líder de partido português declara: “Jean Wyllys, não és bem-vindo a Portugal”

Publicado 3 dias atrás em 16.02.2019



Fonte: https://conexaopolitica.com.br/politica/lider-de-partido-portugues-dec lara-jean-wyllys-nao-es-bem-vindo-a-portugal/


Responder com Citação   






Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7




Enviar Mensagens Novas: Proibído
Responder Tópicos Proibído
Editar Mensagens: Proibído
Excluir Mensagens: Proibído
Votar em Enquetes: Proibído




VCVIP
Usuário:  
Senha:  
Lembrar 

Cadastre-se!
Agora na TV revista eletronica
Infomercial
07:30 - 08:00
Masterchef
07:38 - 08:25
Liftoff
07:30 - 08:00
Sportscenter
07:00 - 08:00
Vai Pra Onde?
07:30 - 08:00

 
Sinal aberto
Smithsonian Channel
26/04 a 30/04
NET
MTV
23/04 a 2/05
SKY Pré-pago

RGS
E shop Satelite

SIGA-NOS

Facebook   Twitter   Youtube

VCFAZ.TV NO CELULAR

Telegram

FALE CONOSCO

E-mail    Fórum Ajuda

ACESSO RÁPIDO

Na Televisão: Últimas Notícias |  Sinal Aberto |  TV Ao vivo |  FabioTV |  Guia de TV
Fóruns de Debate: Equipamentos |  Esportes |  Feeds |  NET Claro |  Oi |  Papo Aberto |  Promoções |  Satélite |  SKY |  TV |  Vivo | 
Sobre o Vcfaz: Fale Conosco |  Regras de Participação |  Ajuda |