Você está lendo um tópico
Novo Tópico Responder Mensagem 

Forum
Papo Aberto   
Ford vai fechar fábrica de São Bernardo do Campo neste ano
As mensagens são de responsabilidade de seus autores.
Este tópico possui Mensagens respostas e Visualizações visitas.
1, 2, 3, 4  Próximo


Larry.Tate, 19/2/19, 20:20       
anos | Out 2007 | Mensagens: 3090 | São Paulo - SP
     

Unidade fabrica caminhões e o compacto Fiesta

Eduardo Sodré
SÃO PAULO

A Ford anunciou que irá fechar a fábrica de São Bernardo do Campo (Grande São Paulo), que hoje produz caminhões e o Ford Fiesta. A produção será encerrada neste ano.

De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, a unidade emprega 2.800 trabalhadores diretos, além de terceirizados não quantificados.

A Prefeitura de São Bernardo do Campo calcula que 2.000 famílias são afetadas indiretamente pela decisão.

A unidade de São Bernardo será a primeira grande fábrica a encerrar a produção naquele que, por décadas, foi o principal polo de montagem e desenvolvimento de veículos no Brasil.

A medida faz parte do plano de reestruturação global da marca, que acaba de estabelecer uma parceria com a Volkswagen para fabricação de veículos utilitários.

Segundo representantes da montadora, o fechamento da planta de São Bernardo não afeta a produção em Camaçari (BA), onde são feitos os modelos Ka e EcoSport, e em Taubaté (interior de São Paulo), que fabrica motores.

Em comunicado, a montadora afirma que vai deixar o mercado de caminhões na América do Sul. A Ford prevê um impacto de aproximadamente US$ 460 milhões (R$ 1,71 bilhão) em despesas não recorrentes como consequência dessa ação.

As vendas dos modelos produzidos em São Bernardo continuarão até o fim dos estoques.

Em nota, o presidente da Ford América do Sul, Lyle Watters, afirma que a empresa "está comprometida com a América do Sul por meio da construção de um negócio rentável e sustentável, fortalecendo a oferta de produtos, criando experiências positivas para nossos consumidores e atuando com um modelo de negócios mais ágil, compacto e eficiente”.

“Sabemos que essa decisão terá um impacto significativo sobre os nossos funcionários de São Bernardo do Campo e, por isso, trabalharemos com todos os nossos parceiros nos próximos passos”, disse Watters.

O executivo afirma também que a empresa manterá planos de garantia, peças e assistência técnica para os veículos que estão saindo de linha.

Segundo a montadora, manter a fábrica em funcionamento exigiria investimentos para se adequar "às necessidades do mercado e aos crescentes custos com itens regulatórios sem, no entanto, apresentar um caminho viável para um negócio lucrativo e sustentável".

Pouco antes do anúncio, o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC havia convocado os trabalhadores da Ford para uma plenária nesta quinta-feira (21). De acordo com o comunicado, a reunião seria para definir cobranças de melhorias na unidade de São Bernardo.

Em um vídeo, o presidente do sindicato, Wagner Santana, o Wagnão, disse que a notícia do fechamento da fábrica foi recebida com indignação e revolta, mas que a entidade já vinha se preparando para isso.

"Em janeiro, fizemos assembleia na portaria da fábrica, decretamos estado de luta e pedimos uma reunião para que a Ford deixasse clara sua real intenção com essa planta", afirmou.

Wagnão disse que a decisão da Ford não considera os trabalhadores diretos e indiretos que serão "atingidos por uma empresa que quer visar o lucro somente".

"Nós não desistimos de que essa planta se mantenha na região. Nós não aceitamos esse anúncio e vamos fazer a luta necessária para reverter essa decisão", completou.

O sindicato orientou os trabalhadores da fábrica da Ford em São Bernardo a permanecerem em casa e determinou uma paralisação até a próxima terça-feira (26).

O encerramento da produção do Ford Fiesta hatch já era esperado. O carro é vendido somente com motor 1.6 flex e custa a partir de R$ 52.7 mil.

A grande surpresa é o encerramento da produção de caminhões. O primeiro veículo pesado nacional da montadora foi lançado em 1957.​

O prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando (PSDB), considerou a decisão um "desrespeito profundo com a cidade" e disse que a administração foi pega de surpresa.

"Não tinha nenhum indicativo, nenhum indício de que isso poderia acontecer", afirmou. "Estive ao longo desses anos por três vezes com a Ford. Fizemos alteração viária no entorno da fábrica que eles solicitaram, levei para eles a lei que aprovamos de que, a partir de 100 novos empregos gerados, passariam a ter desconto do IPTU."

Morando afirma acreditar ser possível reverter a decisão. "Vou usar todos os instrumentos e ferramentas." Ele diz que entrou com contato com o gabinete do presidente Jair Bolsonaro e aguarda um retorno. "Deixei recado com o governador de São Paulo, João Doria [PSDB], que vai me retornar ainda hoje, mas já sinalizou que está disposto a ajudar."

Procurado, o governo paulista ainda não se manifestou.

"Acho que é possível reverter a decisão se nos derem margem para o diálogo. A Ford, do jeito que se posicionou, não parece querer o diálogo. Não acho que a cidade pode ser apenas comunicada. A questão é tributária? Qual o incentivo, a necessidade [da montadora]? É uma empresa que já teve benefício fiscal dos governos federal e estadual, nunca a iniciativa pública se negou a falar com eles. Não pode ser pela porta dos fundos que vão sair da cidade", disse Morando.​

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2019/02/ford-vai-fechar-fabrica- de-sao-bernardo-do-campo-neste-ano.shtml


Responder com Citação   




Ademir, 19/2/19, 20:49       
anos | Abr 2008 | Mensagens: 5392 | Paranavaí - PR
     

Vai vendo...

Responder com Citação   

Larry.Tate, 19/2/19, 20:58       
anos | Out 2007 | Mensagens: 3090 | São Paulo - SP
     

Ademir escreveu
Vai vendo...


Isso é resultado de greve atrás de greve.
Resultado de subsídios dados por governos passados que fizeram com que a indústria não precisasse se modernizar.

Hoje foi o anúncio da Ford. Amanhã será a GM pelos mesmos motivos.
A Asia é o futuro para essas montadoras, o Brasil e a América do Sul estão definitivamente fora do eixo do desenvolvimento.

Quero ver agora o que vai fazer o sindicato.
Como irão segurar a Ford em São Bernardo?
O sindicado vai continuar pagando o salário para aqueles que o emprego depende da Ford?


Responder com Citação   

leco, 19/2/19, 21:30       
anos | Abr 2006 | Mensagens: 2058 | Curitibanos - SC
     

Mano , em bom paulistês, não bastava tirar a Dilma?
Não bastava mudar as leis trabalhistas? Não bastava enfraquecer os sindicatos?


Responder com Citação   

Paulo.es, 19/2/19, 21:45       
anos | Dez 2006 | Mensagens: 2260 | Vitória - ES
     

Prevejo o país no fundo do poço se as coisas continuarem como estão.

Nenhum país se mantém de pé depois de um golpe como o dado há alguns anos atrás, com a sabotagem a um governo e a paralisação do país.
Foi a tomada do poder sem se preocupar com a destruição do país.
Mas nem o mais pessimista iria prever que depois de tudo, viria Bolsonaro e sua turma.
O Brasil não merecia.
Hoje vejo o Brasil e os brasileiros perdidos. Até a democracia foi colocada em cheque.

Como eu já dizia na época, o golpe vai custar muito caro ao Brasil. Mas eu nem imaginava que seria tanto.


Responder com Citação   

Larry.Tate, 19/2/19, 22:16       
anos | Out 2007 | Mensagens: 3090 | São Paulo - SP
     

Estão falando o que?
Quem governou o Brasil nos últimos 16 anos foi a turma do PT, a turminha dos sindicatos, a turminha da esquerda que arrota camarão e caviar.

Se essas grandes empresas saírem do Brasil, o que mais cedo ou mais tarde acabará acontecendo, será culpa única e exclusivamente de governos paternalistas e corruptos de esquerda.

E tem mais, enquanto a China avança na indústria de veículos elétricos por aqui nem eletricidade temos ainda.

A tendência é piorar mais ainda.


Responder com Citação   

Paulo.es, 19/2/19, 22:50       
anos | Dez 2006 | Mensagens: 2260 | Vitória - ES
     

SE o governo do pós-trouxismo fosse o que se propôs, alguma empresa sairia do Brasil?
Uma grande empresa como essa se fechar significa falta de expectativa no que virá pela frente.
Ela não fecha pelo passado, mas pelo possível futuro.

O Brasil estava no caminho certo. E por tomada de poder e ganância, foi condenado a retroceder décadas. E nem dá pra saber se ainda dá pra voltar nos trilhos.

O governo Bolsonaro não consegue transmitir otimismo ao povo, como os governos passados.
Só insegurança e desavenças.
Triste...


Responder com Citação   

leco, 19/2/19, 22:57       
anos | Abr 2006 | Mensagens: 2058 | Curitibanos - SC
     

Sim, Bolsocheio não traria otimismo no mercado? Chamem o Queiróz pra reverter, afinal de contas de carros ele entende.

Responder com Citação   

[email protected]é, 19/2/19, 23:31       
anos | Ago 2012 | Mensagens: 1302 | São Paulo - SP
     

Se o PT tivesse vencido isso jamais aconteceria. Mas agora a bomba estourou e quem vai sofrer é o governo Lixonaro, que já é considerado o pior começo de governo de todos os tempos, mas eu já sabia que iria acontecer isso, só tem incompetente neste governo.

Responder com Citação   

WiRibeiro, 20/2/19, 3:30       
anos | Set 2018 | Mensagens: 24 | Itaquaquecetuba - SP
     

Meu Deus do Céu... A reportagem tá deixando bem claro que a própria marca está tomando essa decisão por causa de sua reestruturação Global, e está deixando de fabricar caminhões em TODA A AMÉRICA DO SUL, e aí vem um monte de sábios aqui e falam que é por causa do Bolsonaro? Ou isso é muita ignorância ou como ele mesmo diz, pura canalhice. Não gostar do governo é uma coisa, agora atribuir tudo de ruim que acontece ao governo de menos de 50 dias, só porque não é de alguém de seu agrado é muita hipocrisia. Só pra terminar, vamos supor que a Ford resolveu fechar por causa da complexidade do governo, uma multinacional não decide fechar uma fábrica e deixar de operar em menos de dois meses. E como contra fatos, não há argumentos, sabemos todos muito bem quem desgraçou o país por 16 anos. O resto é puro inconformismo de quem não aceitou que tem um governo diferente do seu gosto a frente do Brasil!

Responder com Citação   






1, 2, 3, 4  Próximo




Enviar Mensagens Novas: Proibído
Responder Tópicos Proibído
Editar Mensagens: Proibído
Excluir Mensagens: Proibído
Votar em Enquetes: Proibído




VCVIP
Usuário:  
Senha:  
Lembrar 

Cadastre-se!
Agora na TV revista eletronica
O Código da Vinci
06:55 - 09:35
Pequenas Empresas, G..
07:13 - 07:48
South Park
07:30 - 08:00
Paid Programming
07:30 - 08:00
Quem Somos Agora
06:15 - 08:05

 
Sinal aberto
Smithsonian Channel
26/04 a 26/05
NET
Fisht TV
2/05 a 30/05
Oi
ESPN
24/05 a 3/06
TV Alphaville

RGS
Portal BSD
E shop Satelite

SIGA-NOS

Facebook   Twitter   Youtube

VCFAZ.TV NO CELULAR

Telegram

FALE CONOSCO

E-mail    Fórum Ajuda

ACESSO RÁPIDO

Na Televisão: Últimas Notícias |  Sinal Aberto |  TV Ao vivo |  FabioTV |  Guia de TV
Fóruns de Debate: Equipamentos |  Esportes |  Feeds |  NET Claro |  Oi |  Papo Aberto |  Promoções |  Satélite |  SKY |  TV |  Vivo | 
Sobre o Vcfaz: Fale Conosco |  Regras de Participação |  Ajuda |