Você está lendo um tópico
Novo Tópico Responder Mensagem 

Forum
Papo Aberto   
Raquel alerta que decisão do supremo sobre indulto de Temer ‘é retrocesso’
As mensagens são de responsabilidade de seus autores.
Este tópico possui Mensagens respostas e Visualizações visitas.


CRISPIM, 12/5/19, 10:35       Moderação
anos | Fev 2006 | Mensagens: 9403 | Itajaí - SC
     

Raquel alerta que decisão do supremo sobre indulto de Temer ‘é retrocesso’




A Procuradoria-Geral da República avalia como ‘preocupante’ a decisão, desta quinta, 9, do Supremo, que declarou a constitucionalidade do decreto de indulto natalino de 2017. Assinado pelo ex-presidente Michel Temer, o Decreto 9.246 dá perdão e redução de penas a condenados. Por 7 votos a 4, a Corte julgou improcedente ação direta de inconstitucionalidade (ADI) 5.874, ajuizada pela procuradora-geral, Raquel Dodge, em dezembro de 2017, logo após a edição do decreto.

Para Raquel, a decisão ‘representa um retrocesso no combate a crimes, incluindo corrupção e crimes de colarinho branco’.

Conforme manifestações apresentadas tanto na petição inicial quanto na fase de instrução da ADI Raquel destaca que ‘a autonomia do chefe do Poder Executivo para editar indulto não é absoluta e, portanto, não pode ultrapassar limites estabelecidos na Constituição Federal’.

“A competência constitucional para indultar não confere ao Presidente da República a prerrogativa de suprimir injustificadamente condenações penais”, adverte.


ADI 5.874



Na ação ajuizada em 2017, a procuradora-geral destacou que o decreto ‘viola princípios constitucionais e extrapola a competência presidencial ao estabelecer que o condenado tenha cumprido apenas um quinto da pena’.

Para a PGR, ‘a medida causa impunidade de crimes graves como os apurados no âmbito da Lava Jato e de outras operações de combate à corrupção sistêmica no país’.

“Sem justificativa minimamente razoável, amplia desproporcionalmente os benefícios e cria um cenário de impunidade no país”, assinalou Raquel.

De acordo com ela, ‘os dispositivos do decreto presidencial reduzem em 80% o tempo de cumprimento da pena aplicada, extinguem penas restritivas de direito, suprimem multas e o dever de reparar o dano pela prática de crimes graves’.

Durante o recesso de fim de ano, a então presidente do Supremo Cármen Lúcia acatou integralmente o pedido apresentado pela PGR e determinou a suspensão de parte do decreto, que foi mantida pelo relator do caso, ministro Roberto Barroso.

Em novembro do ano passado, a Corte iniciou o julgamento do mérito, suspenso após pedido de vista. Ao ser retomado na sessão desta quinta-feira, 9, a maioria dos ministros considerou o indulto válido.


‘DURO GOLPE NO COMBATE AO CRIME’

Em nota, a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), entidade de classe que congrega em torno de 16 mil membros dos Ministérios Públicos dos Estados, Militar e do Distrito Federal, manifestou ‘preocupação’ com o impacto da decisão do Supremo.

“O resultado do julgamento, realizado nesta quinta-feira, se apresenta como um largo passo ao enfraquecimento do combate a crimes graves, notadamente corrupção e outros contra o patrimônio público”, diz a nota da Conamp.



“A ação se fundamentou em aspectos inconstitucionais verificados na edição do referido decreto, ao prever uma diminuição excessiva e injustificada no tempo mínimo de cumprimento de pena (um quinto – condenado a dez anos de reclusão que tivesse cumprido dois, poderia se beneficiar do indulto), excedendo-se, assim, a presidência da República, no exercício de suas atribuições previstas na Constituição Federal”, segue o texto.

A entidade dos promotores e procuradores alerta que ‘a decisão proporciona um duro golpe no combate ao crime no País’.

“A decisão mitiga o resultado efetivo das condenações penais, potencializando o sentimento de impunidade, e desestimula diversas ações desencadeadas pelo sistema de justiça criminal do país no combate ao crime organizado, à corrupção e outros.”


FONTE: https://istoe.com.br/raquel-alerta-que-decisao-do-supremo-sobre-indult o-de-temer-e-retrocesso/




Editado pela última vez por CRISPIM em 12/5/19, 10:43. Editado 1 vez.
Responder com Citação   




CRISPIM, 12/5/19, 10:37       Moderação
anos | Fev 2006 | Mensagens: 9403 | Itajaí - SC
     

O STF está mais para proteger o crime organizado no Brasil na política, que seguir a Constituição e proteger a população.

Sorriso amarelo


Responder com Citação   

leco, 12/5/19, 14:30       
anos | Abr 2006 | Mensagens: 2092 | Curitibanos - SC
     

Breve Moro vai estar lá fazendo o joguinho e o povo acreditando numa nova era no STF. Na verdade vai ser o prêmio por prender Lula e uma saída desonrosa após se transformar num ninguém no governo Bolsonaro.

Responder com Citação   










Enviar Mensagens Novas: Proibído
Responder Tópicos Proibído
Editar Mensagens: Proibído
Excluir Mensagens: Proibído
Votar em Enquetes: Proibído




VCVIP
Usuário:  
Senha:  
Lembrar 

Cadastre-se!
Agora na TV revista eletronica
Bake Off Reino Unido..
02:51 - 03:41
GloboNews Especial
02:30 - 03:05
Mister Hazzy
02:30 - 03:00
Velozes & Furios..
02:45 - 04:40
Temos Vagas 2: A Pri..
02:40 - 04:10

 
Sinal aberto
Fisht TV
2/05 a 30/05
Oi
ESPN
24/05 a 3/06
SKY, Vivo, Claro, NET e Alphaville

RGS
Portal BSD
E shop Satelite

SIGA-NOS

Facebook   Twitter   Youtube

VCFAZ.TV NO CELULAR

Telegram

FALE CONOSCO

E-mail    Fórum Ajuda

ACESSO RÁPIDO

Na Televisão: Últimas Notícias |  Sinal Aberto |  TV Ao vivo |  FabioTV |  Guia de TV
Fóruns de Debate: Equipamentos |  Esportes |  Feeds |  NET Claro |  Oi |  Papo Aberto |  Promoções |  Satélite |  SKY |  TV |  Vivo | 
Sobre o Vcfaz: Fale Conosco |  Regras de Participação |  Ajuda |