O programa "The Oprah Winfrey Show" é exibido de segunda a sexta, às 20h, pelo canal GNT. Nesta semana a atração fala sobre a poligamia, recebe os pais dos únicos sêxtuplos negros dos Estados Unidos, discute o tema "divórcio e suas consequências", e muito mais. Confira abaixo os destaques desta semana.

Segunda-feira

Oprah entrevista Chris e Diamond, os pais dos únicos sêxtuplos negros dos Estados Unidos. Eles só tinham um filho e queriam dar um irmãozinho. Com dificuldades para engravidar, Diamond visitou uma clinica de fertilidade para realizar uma inseminação artificial. Logo recebeu a notícia que esperava gêmeos. Mas nada poderia preparar os pais para a surpresa que tiveram. Em 2001, nasceram os sêxtuplos Kalynne, Kiera, Kobe, Kaleb, Kieran e Kyle Harris. O casal conta que só conseguiu aguentar os primeiros anos com a ajuda da comunidade. Chris é professor de uma escola secundária e não teria como manter sozinho toda família.

Terça-feira

Poligamia é o tema desse programa. Especialistas dizem que há entre 30 a 50 mil pessoas vivendo em famílias plurais ao redor dos Estados Unidos. Para muitos, a palavra poligamia evoca imagens de noivas crianças vestidas como se estivessem no século XIIX. Esse estereótipo foi ainda mais reforçado quando o polígamo e líder de uma seita religiosa Warren Jeffs foi condenado por ser cúmplice do estupro de uma menina de 14 anos. Mas esse tipo de comunidade isolada é apenas a metade da história. O outro lado mostra casas enormes e extravagantes, cheias de esposas e dezenas de filhos. Lisa Ling, repórter especial de Oprah, mostra como é a vida numa comunidade polígama e investiga quis mudanças estão ocorrendo nessas famílias.

Quarta-feira

Há mais de 40 anos, Bette Midler diverte o mundo com seu humor, roupas espalhafatosas e bela voz. Suas interpretações memoráveis em filmes como “Beaches”, “The Rose” e “Stella” garantiram seu lugar na história da indústria do entretenimento. Midler conversa com Oprah sobre seu show “The showgirl must go on”, encenado em Las Vegas. Midler conta detalhes desse seu novo desafio e mostra parte do ensaio para o espetáculo feito em um estúdio em Hollywood. Oprah também recebe Sophie, 21 anos, filha de Bette Midler. Sophie é uma cópia física perfeita da mãe, mas preferiu, ao invés do estrelato, o caminho dos estudos.

Quinta-feira

Se um homem matasse brutalmente seu pai ou sua mãe, você teria coragem de confrontá-lo? Neste programa, Oprah conversa com duas mulheres que fizeram exatamente isso. É o caso de Jennifer. Aos 17 anos, seu pai foi assassinado enquanto ela dormia no quarto no andar de cima da casa onde moravam. Ao acordar, encontrou o pai morto, amarrado numa cama, esfaqueado no peito. Duas semanas depois, a polícia prendeu os dois autores do crime e ambos foram condenados a prisão perpétua. Jennifer se casou, teve cinco filhos, mas sempre viveu assombrada pela morte horrível de seu pai. Por isso, resolveu se inscrever no programa “justiça restauradoura”, desenvolvido para ajudar as vítimas e suas famílias a se curar da crise psicológica provocada por crimes violentos. Através de encontros com os assassinos, os envolvidos com o crime podem se livrar do pesadelo em que suas vidas foram transformadas.

Sexta-feira

O programa mostra que falar com as crianças sobre divórcio de uma forma errada pode ser desastroso. Elas podem internalizar a dor que sentem e se culpar pela separação dos pais. Oprah conversa com várias crianças que sofreram esse trauma. Ela entrevista também M Gary Neuman, fundador e diretor da Sandcastles Program e autor do livro “Helping your kids cope with divorce – The Sandcastles way” (“Ajudando suas crianças a enfrentar o divórcio da forma Sandcastles”). Neuman já viu muitos divórcios que arrasaram a vida de crianças e diz que a regra principal é nunca criticar um ao outro na frente das crianças.