A BBC Worldwide participa pela primeira vez da Feira e Congresso ABTA (Associação Brasileira de TV por Assinatura). O evento é considerado o maior da indústria da América Latina e é o único encontro que congrega, em um mesmo ambiente, os principais operadores de pay TV e banda larga, empresas de telecomunicações, produtores e programadores de conteúdo, empresas de tecnologia e provedores de Internet.

Durante a feira, que ocorre de 31 de julho a 2 de agosto de 2012 no Transamérica Expo Center, em São Paulo, a BBC Worldwide vai expor os diferenciais e as novidades com seu portfólio de canais, como os canais BBC HD, Cbeebies e BBC Entertainment. O canal BBC HD, recentemente lançado no Brasil, oferece uma programação inovadora em alta resolução, com o melhor conteúdo em entretenimento, produzido totalmente em alta definição e com o conhecido selo de qualidade da BBC.

Neste ano, o primeiro na ABTA, o canal BBC HD preparou seu stand especialmente para atender seus parceiros comerciais de todo o Brasil. “Estamos muito felizes em Participar da ABTA pela primeira vez, é uma grande oportunidade para o mercado brasileiro de TV por assinatura conhecer a nossa capacidade de oferecer sinais de conteúdo diferenciado de alta qualidade, que tem sido o motor do nosso crescimento nos últimos quatro anos na América Latina e não será diferente no Brasil. A ABTA oferece oportunidade única de conviver com nossos parceiros de negócios, entender melhor suas necessidades e expectativas e fortalecer nossa capacidade de resposta em um mercado cada vez mais competitivo”, diz Adriana Eckstein, Diretora de Vendas Afiliadas da BBC Worldwide no Brasil.

Além de apresentar as tendências em programação para a TV por assinatura, em sua vigésima edição, a ABTA debaterá questões importantes como os impactos que as grades de programação dos canais terão devido às mudanças regulatórias e de mercado e, também, como as programadoras conviverão com as plataformas interativas e on-demand. Outros temas serão abordados como a avaliação de como a mudança no perfil do público assinante vem influenciando a forma de se produzir e programar conteúdos, levando em conta desde questões de dublagem e legendagem até uma maior generalização dos conteúdos, ao contrário da segmentação que sempre marcou a TV paga.