Nomes que brilharam no cinema e que sempre levam o público às gargalhas, como Marilyn Monroe, Buster Keaton, Fred Macmurray, Charles Chaplin e Carmen Miranda, serão homenageados no Especial Deuses do Riso, exibido pelo Telecine Cult durante o mês de agosto, sempre às quintas-feiras, na faixa das 20h.

Quanto Mais Quente Melhor (1959), de Billy Wilder, estreia no dia 2, às 19h45. Vencedor do Oscar na categoria Figurino Preto e Branco, em 1960, o longa rendeu ainda a Marilyn Monroe o Globo de Ouro de Atriz de Comédia Musical e a Jack Lemmon o de Ator de Comédia Musical. Dois músicos testemunham o fuzilamento de um grupo de gângsteres. A dupla é perseguida e se disfarça de mulher, entrando para uma banda de moças. Ao viajar para a Flórida, eles se envolvem em diversas confusões por conta da troca de sexo.

No dia 9, às 20h40, é a vez do filme mudo A Antiga e a Moderna (1923), de Buster Keaton e Edward Cline. Em sua primeira produção independente, Keaton retrata o amor de um homem por uma mulher em três épocas distintas: Idade da Pedra, Roma antiga e América nos anos 20. A história sempre se repete: um vilão tenta conquistar a mocinha e seu amado precisa derrotá-lo.

Dirigido por Robert Stevenson, O Fantástico Super-Homem (1961) vai ao ar no dia 16, às 20h10. O excêntrico professor Ned Brainard (Fred Macmurray) descobre acidentalmente um novo material chamado "Flubber", um tipo de borracha que ganha energia toda vez que bate em alguma superfície. Infelizmente, ninguém se interessa pelo produto, exceto o corrupto empresário Alonzo Hawk (Keenan Wynn). O longa foi refilmado em 1997 como Flubber – Uma Invenção Desmiolada.

Primeiro filme falado de Charles Chaplin, O Grande Ditador (1940) é a atração do dia 23, às 19h45. Nessa comédia dramática, Chaplin interpreta dois personagens distintos: o ditador Adenoid Hynkel e um pobre barbeiro judeu. Tratando dos contrastes dessas duas figuras, o filme faz uma implacável crítica ao regime nazista. A obra é considerada uma das melhores mensagens antiguerra de todos os tempos.

Copacabana (1947), de Alfred Green, fecha a programação especial no dia 30, às 20h15. O eterno anarquista Groucho Marx contracena com a Pequena Notável, Carmen Miranda, numa divertida comédia musical sobre o empresário espertalhão Lionel Deveraux, que consegue arrumar dois empregos no mesmo night club para sua única cliente, Carmen Novarro. Mas, para isso, ela terá que se disfarçar e agir como duas artistas distintas: uma brasileira e uma francesa.