No "Confissões do Apocalipse" desta semana, Fernanda Young tem como convidado o polêmico comediante Rafinha Bastos. Dentre os assuntos abordados estão o caso Wanessa, os processos em que está envolvido, sua família e seu programa de humor, o "Saturday Night Live".

Fernanda começou o programa dizendo que não consegue definir seu convidado. "Acho que o grande barato é isso" comentou Rafinha. Ele ainda esclareceu que faz questão de expor seu humor, já que é comediante. Quando Fernanda tocou no assunto "Wanessa" – polêmica em que Rafinha se envolveu quando ainda integrava a bancada do humorístico "CQC" -, ele não se esquivou e expôs sua versão. A apresentadora quis saber se ele se desculpou com o marido (Marcus Buaiz) da cantora. O entrevistado revelou que entende o lado pai de Marcus, que se sentiu agredido e, para ele, pediria desculpa, mas ressaltou: "Enquanto homem, e não publicamente. E sem prejudicar meu trabalho".


Rafinha Bastos e Fernanda Young em "Confissões do Apocalipse"
Eliana Rodrigues/GNT

Fernanda comentou que seu convidado é um dos caras que mais tem processos. Ele explicou que entende como um fenômeno muito simples: repercute bastante na internet. "Quando você coloca uma matéria que o Rafinha Bastos comeu pizza, isso é o suficiente para pessoas clicarem". O humorista esclareceu que isso não significa que seja o melhor ou o mais visto, e sim, que seu público está conectado. "Minha galera clica". Rafinha também assumiu ser um comediante "hardcore". "Acho que pego pesado sim. Mas acho que a questão que realmente gera repercussão não é o peso da minha piada, mas a visibilidade que tenho na internet".

Ele também dividiu com Fernanda seu medo enquanto comediante: "É o de não ter graça". E o que não gostaria de divulgar em um reality (se referindo ao dele)? "Não tenho nada para esconder. Tem coisas que não gostaria de mostrar, como minha família, meu filho. Não tem foto deles na internet. Isso eu quero sempre preservar". E já que Rafinha não expõe a família, Fernanda não podia deixar de lado a pergunta: "Sua mulher existe? Como ela é?". Ele a definiu como uma santa, uma pessoa extremamente compreensiva, e muito parceira. O convidado ainda brincou: "Ela tem 1,82 de altura e eu tenho quase dois metros, ou seja, a gente tem potencial para criar o maior ser humano do mundo!". Rafinha se considera cansado por ter trabalhado tanto, mas não se acha no direito.

"Cansado tem que estar o cara que tem cinco filhos e ganha um salário mínimo por mês". Ele explica que faz o que gosta, trabalha na televisão, com ar condicionado. "Quem sou eu para reclamar? Sempre penso nisso", completa "Se o mundo acabar, de que forma você pretende chegar até o dia 21 de dezembro", indagou Fernanda. Ele confessou: "Espero que o mundo acabe depois que o "Saturday Night Live" funcione na televisão".

"Confissões do Apocalipse" com Rafinha Bastos, vai ao ar no dia 29 de julho, às 00h, no GNT.