As montanhas e ilhas da Escócia guardam um passado moldado por séculos de disputas e alianças entre os clãs. São histórias de derramamento de sangue, bravura, rivalidade e vingança, que a nova temporada de Os Clãs das Montanhas, série-documentário exclusiva do Eurochannel, dirigida por Paul Murton, apresenta a partir de setembro.

Após ter se concentrado nas histórias sobre os McGregor, MacDonald, Mcleod, Campbell, Fraser e Mckenzie, os novos episódios se resgatam outros personagens e eventos, pesquisando suas origens, mitos e tradições, ambições políticas e proezas militares.

Com locações em lugares históricos e modernos, emoldurados pela beleza deslumbrante da paisagem da região, e tendo relatos de descendentes atuais, o diretor mergulha em mil anos de história de clãs, cultura gaélica e vida de montanha para resgatar a formação do país.

No episódio inédito do dia 7/9, sexta, às 21h30, o programa rememora as invasões corajosas dos Armstrong, feitas a cavalo na Inglaterra e na Escócia, as quais garantiram sua fama como os equivalentes escoceses de Robin Hood e seus homens. A série mostra que, apesar da leitura romântica que se faz do clã nos dias atuais, para a Coroa eles eram perigosos bandidos de fronteira, procurados vivos ou mortos. Murton apresenta ainda a “Cavalgada Comum”, em Langholm, uma celebração da tradição de cavalaria na fronteira.

No dia 14/9, sexta-feira, às 21h30, é a vez de os Cameron, clã com um papel crucial no início dos anos 1745, pois, sem sua ajuda, a rebelião jacobina nunca teria acontecido. Mas de maneira trágica, eles pagaram um preço alto por sua lealdade ao Príncipe Charles Edward Stuart, defensor do movimento que tinha como objetivo do reinado da casa dos Stuart na Inglaterra e na Escócia.

Na semana seguinte, o Euro analisa os séculos de história do clã Douglas. Destaque do dia 21/9, sexta-feira, ás 21h30, eles formaram uma das famílias mais poderosas da Escócia, no fim do período medieval, a qual perseguiu brutalmente sua intenção de se tornar a principal dinastia do país. Resultado de uma aliança de James Douglas, mais conhecido como “Douglas do Escuro”, com Roberto I da Escócia, eles se tornaram os maiores proprietários de terra do país e tiveram uma enorme influência política por gerações. Sua ambição desenfreada, entretanto, os levou à ruína.

Para encerrar o mês, o canal exibe o especial sobre os Mclean, no dia 28/9, sexta-feira, às 21h30. É quando o apresentador e diretor Paul Murton descobre a incrível história do clã, cuja tradição guerreira despertou a intriga elisabetana, além de ter afundado uma galeão espanhol. Sua lenda chegou a inspirar James Bond.

Revirando seu passado, o programa se depara com a reviravolta do destino, em que os MacLean acabaram recrutando soldados espanhóis que tinham ido à Inglaterra com intenções de invadi-la e de destituir a rainha Elizabeth I. Com o objetivo de buscar ajuda para vencer uma disputa local com seus vizinhos, o Clã MacDonalds, eles acabaram recrutando o inimigo. O episódio também explica que apesar da bonança em que viviam, a incapacidade de se adaptar a uma nação mutante e o conflito com o avarento clã Campbell os levou à ruína.