Cinquenta anos já se passaram desde que o homem se aventurou pela primeira vez no espaço sideral e começou a entender alguns dos segredos. De lá para cá, sondas da NASA já se chocaram contra cometas a velocidades supersônicas e telescópios vêm captando imagens do nascimento de estrelas e de seu colapso nos buracos negros.

Para levar ao espectador um pouco desse conhecimento, a série O Universo, exclusiva do HISTORY, examina as descobertas e as fascinantes histórias dos cientistas e exploradores que ousaram se aventurar por esse território, até bem pouco tempo, inexplorado.

No dia 19 de agosto, domingo, às 19h, O Universo mostra como a ciência moderna dissipou os mitos sobre os eclipses totais do sol, evento visto como mau presságio por muitos povos antigos. Heródoto e Plutarco, por exemplo, contam que Lídios e Medos, que guerreavam havia cinco anos, abaixaram suas armas logo após um eclipse, em 780 a.C., selando uma paz duradoura entre os povos.

A partir do momento em que se compreendeu que o eclipse nada mais é que o alinhamento ocorrido quando a Lua se interpõe entre o Sol e a Terra é que foi possível entendê-los como um dos fenômenos mais espetaculares do céu.