Crimes terríveis e atrocidades inimagináveis foram cometidos por pessoas absolutamente comuns. Pode ser o vizinho cordial, o amigo que é a alma de todas as festas ou o gentil colega que de trabalho de convivência diária. Todos podem ser assassinos em potencial, como demonstra A Maldade de Perto, nova série do BIO que vai atrás dessas pessoas a fim de tentar traçar seu perfil psicológico, além de ouvir detetives, policiais e vítimas, que revelam o horror sofrido.

O episódio inédito, no dia 8 de setembro, sábado, às 22h, investiga o caso de Peter Chapman, conhecido como “o assassino do Facebook”. Pesadelos dos pais, as redes sociais podem ser um perigo aos filhos mais desavisados. Passando-se por adolescente para atrair meninas, Chapman se revelou um violento agressor sexual, usando diferentes perfis atraentes no facebook. Sua ex-namorada revelou como ele a seduziu pela rede até que ela descobriu seu verdadeiro passado. Chapman foi condenado em, 2010, a 35 anos de prisão pelo assassinato da adolescente Ashleigh Hall, de 17 anos, crime que chocou a Inglaterra.