As presidiárias de Capadócia voltam à tela da HBO pela última vez no dia 23 de setembro e, assim como nas temporadas anteriores, a luta pelo poder e pela justiça será o eixo principal na prisão de mulheres.

O primeiro episódio da série estará disponível no site www.hbomax.tv após a estreia na TV. Nesta nova e última temporada o elenco conta com mais atores e atrizes, como Gabriela de la Garza, Ernesto Gómez Cruz, Patricio Castillo, Miguel Ángel Muñoz, Damián Alcázar e a indicada ao Oscar®, Adriana Barraza.

Nesta terceira temporada, a série exibe muito mais intensidade. Os assinantes que acompanharão as presidiárias de Capadócia verão mais suspense e drama em cada episódio”, disse Luis F. Peraza, vice-presidente executivo de Produção Original da HBO LAG.

No final da segunda temporada, Teresa Lagos (Dolores Heredia) conseguiu fugir de Capadócia ao forjar a sua própria morte, enquanto Federico Márquez (Juan Manuel Bernal) assume o controle da ECSO.

Neste ponto da trama começa a terceira temporada, onde círculos irão se fechar e a corrupção e ambição pelo poder irão se chocar com os ideais de justiça. Duas forças antagônicas surgirão: de um lado, La Cofradía, um ameaçador grupo liderado por Ángel Lazcano (Patricio Castillo) e por membros da elite de todas as esferas do poder; e do outro lado, o grupo comandado por Fernando Miranda (Ernesto Gómez Cruz), que luta pela liberdade e pela segurança de todas as vítimas da Cofradía, incluindo as próprias presas de Capadócia.

Nesta temporada voltam à tela personagens importantes como Teresa Lagos (Dolores Heredia), Valeria (Cecilia Suárez), La Negra (Aída López), Santiago (Marco Treviño) e Lorena Guerra (Ana de la Reguera).

Com 13 episódios de uma hora de duração cada, a produção tem direção de Pitipol Ybarra, Javier Patrón “Fox”, Carlos Carrera e Moisés Ortiz Urquidi. A produção executiva e a supervisão geral são da HBO Latin America Originals. A realização é mais uma vez da produtora mexicana Argos.

A primeira temporada de Capadócia foi indicada ao Emmy® Internacional nas categorias de Melhor Série Dramática, Melhor Atriz (Cecilia Suárez) e Melhor Ator (Oscar Olivares). Em 2008, a série recebeu um prêmio Ninfa de Ouro no Festival de TV de Monte Carlo na categoria Melhor Produtor Internacional de Séries Dramáticas de Televisão e um Reflet d’Or no Festival de Cinema Tous Ecrans em Genebra, Suíça, de Melhor Série Dramática Internacional. Em 2009, recebeu um prêmio da Aliança Gay e Lésbica Contra a Difamação (GLAAD) de Melhor Série Dramática em Espanhol. A segunda temporada de Capadócia foi indicada ao prêmio Ninfa de Ouro no 51º Festival de Televisão de Monte Carlo na categoria Melhor Série Dramática.