Há mais de 40 anos, com a chegada do Homem à Lua, em julho de 1969, o Universo se tornou um pouco mais acessível para a humanidade, fazendo com que astrônomos e especialistas do mundo inteiro intensificassem as pesquisas sobre o espaço sideral. Assim, embora os antigos de civilizações, como a egípcia e a babilônica, já realizassem seus estudos sobre fenômenos astronômicos, foi nas últimas duas décadas que o homem realmente descobriu aspectos importantes sobre a composição e o funcionamento de planetas, estrelas e outros corpos celestes.

A partir do dia 26/9, quarta-feira, às 22h, o HISTORY revela tudo que já se conhece sobre os mistérios intrigantes do espaço na sexta temporada da bem-sucedida série O Universo. O programa analisa com novos olhos um Universo muito antigo, tentando entender os segredos do passado em busca de elementos que possam antever o futuro da Humanidade.

Utilizando as mais avançadas técnicas de computação gráfica, o programa transporta o telespectador para lugares novos e misteriosos da galáxia, inclusive àqueles que eram desconhecidos até muito pouco tempo atrás. Em paralelo às descobertas quase diárias de fenômenos cósmicos, a nova temporada da atração explora as maravilhas do sistema solar e regiões distantes do cosmos.

No episódio que abre a temporada, Deus e o Universo, a série se debruça sobre um tema questionado desde os primórdios: quem criou o Universo? A religião oferece uma resposta espiritual, mas as últimas descobertas da física mostram evidências de uma inteligência transcendente. Físicos e teólogos embasam a discussão sobre o assunto. Na semana seguinte, 26/9, quarta-feira, às 23h, o episódio Nosso Lugar na Via Láctea traz uma exploração cósmica da vizinhança da Terra. Questões como o que está além dos limites do nosso sistema solar e o que existe próximo de nossa galáxia são abordadas. Especialistas ainda discutem o que influencia a vida na Terra e como a localização de nosso planeta na galáxia se tornou o local perfeito para o desenvolvimento avançado.