A semana começa no BIO com duas grandes estreias. A primeira, Sem Rastro, que será exibida toda segunda-feira, a partir de 01/10 às 21h, é uma série-documentário apresentada por Beth Holloway. Beth ganhou notoriedade após o desaparecimento de sua filha, Natalee, aos 18 anos, em 2005, durante uma viagem com amigos a Aruba. O caso repercutiu muito nos Estados Unidos e não teve um desfecho satisfatório.

Em uma noite de diversão com os amigos em Aruba, Natalee se distanciou do grupo e foi vista pela última vez na companhia de três rapazes, que foram considerados inocentes por falta de provas, apesar do fato de um deles estar preso e cumprindo pena pelo assassinato de outra jovem. Ainda a procura de explicações, Beth compartilha sua jornada ajudando famílias cujos entes queridos também desapareceram sem deixar rastros.

O primeiro episódio traz a reconstituição do caso de Natalee, com entrevistas de parentes e amigos, e apresenta ainda a história de uma família da Califórnia (EUA), os McStays, que desapareceram misteriosamente, deixando uma luxuosa casa na cidade de São Diego, e uma conta bancária com mais de US$ 100 mil dólares intocada.

Amor Bandido, a segunda estreia do BIO, vem na sequência, às 22h. A série mostra histórias de amor pouco convencionais, de casais que continuam juntos mesmo com um dos parceiros atrás das grades.

No primeiro episódio, Pam Booker, uma assistente social de 48 anos, conta sua história com o marido Lance Booker, que está cumprindo duas penas de prisão perpétua, sem liberdade condicional, por assassinato em primeiro grau, e 25 anos de cárcere por conspiração. Pam tinha uma relação conjugal perfeita, plena de cumplicidade e amor. Porém, sua vida sofreu um revés quando Lance foi preso, em um processo mal conduzido pela polícia, culpado por um assassinato, cuja autoria é negada por Pam, amigos e testemunhas.