Como já é notícia confirmada no mercado, alguns provedores de internet estão se movimentando para oferecer a seus clientes os chamados "combos", passando a agregar o serviço de TV paga à telefonia e acesso à internet, após a regulamentação da Lei Federal 12.485, de 2011 (originada do PL 29), que abriu este mercado às operadoras de telecomunicação.

E, para auxiliar pequenos provedores de internet, que irão brigar por mais uma fatia deste mercado, enfrentando a competição já existente com players tradicionais, a Unotel, empresa que disponibiliza soluções de IP trânsito, transporte de dados, vídeo, telefonia IP e serviços para o segmento de ISPs, irá desenvolver um projeto próprio e contextualizado, para ofertar TV paga a instituições que atendem cidades localizadas no interior dos estados, gerando uma nova e grande oportunidade de negócios.

Entre os principais diferenciais que fazem parte desta novidade, destaca-se o foco do trabalho realizado pela Unotel, já que a empresa se posiciona de forma neutra perante o mercado, não competindo com os clientes, por unir a força-tarefa em ações focadas apenas em B2B. Sem grandes barreiras, já que a corporação está presente em quase todo território nacional, utilizando mais de 16 mil quilômetros de fibra óptica, este projeto será produzido em Rede IP, apresentando convergência DTH para IPTV, com SBT híbrido, completamente IP.

Além disso, características como sinal criptografado, oferecendo mais segurança; conteúdo customizado; possibilidade de inserção de publicidade local; e solução de cache atrelada a aceleração de vídeo, chamada UnoCache Oversi; fazem parte deste novo projeto. Tal iniciativa irá contribuir, de forma rentável, com o aumento do retorno do investimento aos provedores de internet, por proporcionar um valor mais expressivo por assinante, se comparado aos serviços prestados pela concorrência.

"Decidimos investir neste projeto tecnológico, inovador e neutro, pois ele garante total confidencialidade e transparência a nossos clientes. Com isso, é de nosso total interesse fazer com que pequenos provedores de internet fiquem com a maior parte da rentabilidade. Para que isso aconteça, iremos prestar um suporte eficiente, graças a um contato mais próximo e humano com cada um deles", declara o presidente executivo da Unotel, Márcio Cavalini.

Para isso, a Unotel passa a ingressar neste segmento de mercado, tendo em vista a finalização desta iniciativa no primeiro semestre de 2013, com objetivo de prestar um serviço de qualidade aos mais de 3.391 provedores de internet existentes no Brasil, e de outras soluções já disponibilizadas no setor de Telecomunicação.