No “Viver Com Fé” desta semana, Cissa Guimarães conversa com a atriz Ana Rosa. Ela contou como superou a morte de dois filhos, como a fé lhe ajudou e como se converteu ao espiritismo. A entrevista com Ana Rosa será exibida nesta quarta-feira, dia 21 de novembro, às 20h, no GNT.

Sua aproximação com a religião foi em 61, quando conheceu Augusto César Vanucci. “Ele me deu o livro ‘O Evangelho Segundo o Espiritismo’”, revelou Ana. “Sempre tive curiosidade, mas não tinha oportunidade por viajar muito. Achava que as sessões de Umbanda eram muito bonitas, porque tem todo aquele ritual. Mas, queria conhecer alguma coisa a mais, me aprofundar mais, estudar mais. E aí, ouvi falar do Kardecismo”.


Foto: Divulgação GNT

A convidada perdeu o primeiro filho – fruto de sua união com o humorista Dedé Santana -, com apenas 1 ano de idade. Maurício teve leucemia, doença sem cura na época. “Me perguntava porque eu, porque meu filho. Eu tinha 18 anos. Briguei com Deus, literalmente”.

A segunda perda da atriz foi com o falecimento de Ana Luísa, sua filha com Guilherme Corrêa. Aos 18 anos, ele foi vítima de um atropelamento. “Não fiquei revoltada. O espiritismo me deu força para passar por aquilo. Foi um tripé: o espiritismo, o trabalho e a terapia. Sem eles, teria pirado! Sei lá o que eu ia fazer da minha vida!”, desabafou.

Ana contou à Cissa que a morte da filha foi um aprendizado dia após dia. “Já tem 15 anos e, às vezes, me lembro dela como se tivesse sido ontem. Me meti de cabeça no trabalho. Queria que o tempo passasse rápido. Sabia que só ele me traria um pouco mais de tranquilidade”. Para a atriz, apenas o corpo foi embora, o espírito e a essência ficaram. “Está em algum lugar. Choramos, sentimos saudade, mas não morreu”, define.