A situação da BBC, emissora pública do Reino Unido mantida através de uma taxa de licença paga por telespectadores, não é das melhores. Na noite do último sábado, dia 10 de novembro, o Diretor Geral da BBC, George Entwistle, anunciou sua renúncia ao cargo após a emissora BBC News veicular uma notícia falsa acusando um ex-político de abusar sexualmente de crianças. De acordo com Entwistle, a matéria falsa divulgada teria danificado a credibilidade do público na BBC.

A emissora já vinha sofrendo com uma imagem negativa após a divulgação de que uma de suas principais estrelas, o já falecido Jimmy Savile, teria abusado sexualmente de crianças e adolescentes. Entwistle havia assumido o cargo em setembro.

Nesta segunda-feira, dia 12 de novembro, dois outros profissionais da emissora renunciaram seu cargo. Helen Boaden, Diretora de Notícias da BBC, e Stephen Mitchell, Vice-Diretor de Notícias, também deixaram seus postos após a crise iniciada com o escândalo da pedofilia e a divulgação de informações falsas sobre o ex-político.

É esperada ainda para esta segunda-feira a divulgação de um plano para conter a crise na emissora pelo novo diretor-geral da emissora, Tim Davie, que assumiu o cargo após a renúncia de George Entwistle.