Desde o início de novembro, Caco Barcellos e sua equipe acompanham a série de violência que acontece em São Paulo. Nesta terça-feira, dia 13 de novembro, o "Profissão Repórter" mostra histórias de pessoas, tanto policiais quanto civis, envolvidas nesses acontecimentos. Paula Akemi e Victor Ferreira fazem um perfil dos policiais militares vítimas dessas ações. O programa conta a história da soldada Marta, com 44 anos, assassinada no último sábado quando chegava em casa, no bairro da Brasilândia, zona norte de São Paulo. Ela trabalhava há 20 anos na Polícia Militar e deixou três filhos, que criava sozinha.

O repórter Fernando David conta histórias de vítimas civis, como Ariel, um jovem de 27 anos que morreu a cerca de 300 metros de sua casa. Na mesma noite outras 13 pessoas foram baleadas em São Bernardo. Enquanto isso, Caco Barcellos acompanha o trabalho da polícia, que tenta coibir a onda de violência no estado.

O "Profissão Repórter" vai ao ar às terças-feiras, logo após "Louco Por Elas".