Novas descobertas de uma equipe de pesquisadores americanos, trazidas à tona neste ano, jogaram areia sobre a convicção de que o mundo vai acabar no dia 21 dezembro, baseada no calendário maia. A teoria se baseia na existência de 13 ciclos no calendário dessa civilização, conhecidos como “baktun”. Porém, os novos dados mostram que o sistema possui, na verdade, 17 “baktun”, ou seja, a civilização pode esperar mais alguns milhões de anos pela frente.

Enquanto muitos continuam esperando que a profecia se realize, o especial A Chegada do Apocalipse, em seis episódios, que o HISTORY exibe nos dias 20/12 e 21/12, conta outras histórias. Cada edição do programa mostra como as diferentes sociedades, grupos e tradições acreditam que o mundo vai terminar. A série não apenas revela as histórias, suas origens e seu significado, mas se pergunta se existe alguma possibilidade realista de que estes acontecimentos realmente aconteçam.

Confira a programação inédita de A Chegada do Apocalipse:

20 de dezembro, quinta-feira, o HISTORY exibe os primeiros três episódios:

Às 21h, o episódio Mensageiros Maia aborda a data profética – 21.12.2012 – assinalada pelos antigos maias, conhecidos por sua habilidade misteriosa para prever acontecimentos importantes. Nesta data, eles previram que iria ocorrer um alinhamento galáctico raro, que provocaria uma série de eventos catastróficos que poderiam paralisar nosso planeta e acabar com a vida na Terra. A contagem regressiva avança e o mundo todo presta atenção a esta advertência. Estariam os maias nos enviando uma mensagem sobre este dia? Muitos acreditam que sim e estão se preparando para isso.

Em seguida, às 22h, em Os Quatro Cavaleiros, descobre-se que o livro do Apocalipse prediz a vinda de quatro cavaleiros que anunciarão o fim dos dias, e também um anticristo, a peste, a fome e a guerra do Armagedon, ou seja, o apocalipse. Finalmente, às 23h, o canal volta seus olhos mais uma vez ao grande profeta, no episódio Nostradamus. Ele previu com êxito, no século XVI, a ascensão de Hitler, o assassinato de John F. Kennedy, a detonação da bomba atômica e uma infinidade de eventos que realmente aconteceram. Também previu incêndios mortais, desastres naturais e guerras terríveis que vão cobrir o mundo de escuridão e desespero. Famílias inteiras em diferentes partes do mundo se preparam para sobreviver em refúgios subterrâneos, já que o destino pode favorecer aos que estiverem preparados.

No dia 21 de dezembro, quinta-feira, o canal apresenta os três últimos:

O povo indígena Hopi, originário do noroeste do Arizona, Estados Unidos, advertiu que o mundo se encaminha para a extinção e, às 21h, em A Estrela Azul, é hora de saber como suas profecias vêm sendo transmitidas de geração em geração. Eles falam sobre uma estrela azul que vai se erguer no céu, e também sobre terremotos, tsunamis e vulcões que vão ameaçar a vida de milhões de pessoas. Os Hopi têm estado certos com relação à nossa história, por isso muitas pessoas consideram seus avisos sobre o nosso futuro.

Em Ameaças do Futuro, às 22h, os temores que durante muito tempo foram relegados às páginas da ficção científica ameaçam se tornar realidade no século 21. Uma pandemia de zumbis, uma invasão alienígena, uma revolução de robôs são algumas das ameaças que têm povoado a imaginação da cultura popular há décadas.

Para concluir a saga, às 23h, o episódio Profetas do Desastre apresenta os cinco profetas que previram o fim do mundo tal como o conhecemos. Suas profecias são tão ameaçadoras e surpreendentemente precisas quanto as de Nostradamus, e por isso deveríamos prestar atenção a suas advertências. Isaac Newton reafirmou que os horrores descritos no livro do Apocalipse chegariam a acontecer e, se ele estiver certo, nosso tempo está acabando.